Vida Urbana

Fórum Municipal de Segurança Pública terá primeira reunião

Enfrentamento e prevenção da violência serão discutidos com representantes da sociedade civil e organizada. Ações de combate ao consumo de drogas também serão debatidas.




Jorge Barbosa

Resultado de uma iniciativa da própria população campinense e de entidades representativas e preocupadas com a crescente violência na cidade, será instalado nessa quarta-feira (18) o Fórum Permanente de Segurança Pública e Cidadania de Campina Grande. A instalação será na Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande, a partir das 19h, e contará com a presença dos representantes das polícias Federal, Civil e Militar. Algumas ações serão discutidas nessa primeira reunião.

De acordo com o coordenador do Fórum Permanente de Segurança Pública, promotor Herbert Douglas Targino, que também é o curador da Infância e Juventude da Comarca de Campina Grande, a proposta principal é de discutir políticas não só de combate à violência, mas também de prevenção.

“Hoje sabemos que 51,6% dos nossos jovens estão sendo vítimas de homicídios, onde somente esse ano tivemos 103 jovens assassinados em Campina Grande. Então o Fórum vai procurar trabalhar não somente o enfrentamento da violência, mas também as políticas preventivas, passando por ações de educação, de saúde pública, de combate ao consumo de drogas e outras”, disse Herbert ao Paraíba1.

Ele confirmou que os representantes das polícias Civil e Militar foram convidados e deverão comparecer à primeira reunião. O fórum, conforme explicou o promotor, não parte de uma inquietação do Ministério Público, mas de toda a sociedade civil e organizada.

Nessa linha, integram o Fórum de Segurança Pública instituições como sindicatos, igrejas, associações de bairro, a ACCG, Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Paraibana de Imprensa (API) e Associação Campinense de Imprensa (ACI), Conselhos Tutelares e outros.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.