Vida Urbana

Estudante de CG tem parada cardíaca durante cirurgia

Adolescente de 18 anos teve uma parada cardíaca antes do procedimento cirúrgico e está na Unidade de Terapia Intensiva.




Uma estudante de Campina Grande teve morte cerebral depois de se submeter a uma cirurgia para dilatar o estômago, na última segunda-feira, no Hospital da Unimed, em Caruaru, Pernambuco (PE). Thamires Maciel, de 18 anos, teve parada cardíaca depois da anestesia aplicada para dar início à operação, que deveria corrigir um estreitamento no estômago, ocasionado, segundo os médicos que a atenderam, por insuficiência alimentar. Até ontem à noite, ela permanecia internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do mesmo hospital, em estado grave.

Conforme informações do médico Marco Túlio Miranda, através da assessoria do hospital, a adolescente fez uma redução de estômago no dia 11 de julho deste ano, com um resultado positivo. O médico ainda afirmou que por causa de uma insuficiência de alimentos, o estômago da paciente acabou se estreitando, sendo necessário uma segunda cirurgia, desta vez para dilatar o órgão. De acordo com ele, a jovem teria sofrido uma parada cardíaca durante o processo de indução anestésica, o que agravou seu estado de saúde, na última segunda-feira.

Segundo o médico, a adolescente não chegou a fazer a cirurgia e foi encaminhada para a UTI do hospital, onde até ontem à noite se encontrava em estado grave. De acordo com os familiares e amigos da adolescente, que preferiram não se identificar, a jovem teve morte cerebral, o que não foi confirmado pelo hospital. Eles também acreditam que pode ter havido erro médico, através de uma perfuração do estômago da estudante durante a cirurgia, informação contrária à do médico.

Os familiares da jovem estão acompanhando seu estado de saúde em Caruaru. Através de uma mídia social, a madrasta da adolescente, que não quis se estender no assunto, contou que “ainda estamos num momento muito difícil. Assim que tivermos informações mais concretas, poderemos entrar em contato”.

De acordo com os amigos da adolescente, a jovem é natural de Caruaru (PE), onde mora sua mãe, e estuda Contabilidade em uma faculdade particular de Campina Grande, onde já mora há alguns anos com a família paterna. Ontem, durante todo o dia, parentes, amigos e conhecidos da estudante se manifestaram nas redes sociais. Eles enviaram mensagens de esperança, aguardando a breve recuperação da garota.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.