Vida Urbana

Escola fica alagada e aulas são suspensas após chuva de 150 mm

Choveu 96,5% do que era esperado para o mês de fevereiro na cidade; veja outros índices na Paraíba.




Divulgação: Tardeli Pires

Uma chuva de 150 milímetros suspendeu o início das aulas na maior escola da cidade de Catingueira, no Sertão, após o local ficar alagado e ter parte de seus equipamentos danificados devido à invasão da água. A chuva na cidade foi registrada na noite de domingo (18) e também atingiu unidades de saúde, que tiveram parte de suas estruturas de gesso no teto quebradas. O índice pluviométrico da chuva em Catingueira representa o total de 96,5% do esperado para o mês de fevereiro.

Segundo o prefeito de Catingueira, Odir Borges, a Escola Celeste Pires, maior unidade educacional da cidade que atende cerca de mil alunos, suspendeu o início das aulas devido a destruição no local. “Tivemos muitos problemas na cidade, mas o principal foi registrado na escola Celeste Pires, que abriga o maior número de alunos na rede de ensino municipal. Salas de aulas foram alagadas e vários equipamentos foram danificados. O local amanheceu totalmente tomado pela lama, sem condição alguma para o início das aulas, que estavam previstas para hoje”, revelou.

>>> Chuva deixa ruas alagadas em Patos e Defesa Civil orienta população

Alguns vídeos publicados nas redes sociais mostram o momento da chuva na cidade e o grande volume de água descendo pelas ruas.

Ainda de acordo com o gestor, uma força-tarefa foi montada pela secretaria de Infraestrutura com uma equipe de 20 homens para tentar limpar o local. Devido a situação, o início do ano letivo foi suspenso pela secretaria de Educação em toda rede de ensino. Segundo a Assessoria de Imprensa da cidade, as Unidades de Saúde que tiveram problemas em suas estruturas foram; Inácio Mota e Albino Félix.

Também foram registrados alagamentos em vários pontos da cidade, incluindo, a situação de queda de árvores e desabamento de muros em algumas casas. “Devido essa realidade, a prefeitura decretou situação de emergência nesta segunda-feira. O objetivo agora é atender a população e corrigir os problemas. O início do ano letivo será remarcado pela secretaria de Educação”, disse Odir Borges.

Além de Catingueira, outras duas cidades na região do Sertão registram chuvas acima de 100 milímetros do período da tarde deste domingo (18) para essa segunda-feira (19), segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). As cidades foram Maturéia (133,5mm) e Mãe D’Água (105mm).

Previsão

Segundo a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, as precipitações registradas acima de 100mm nas três cidades são esperadas, uma vez que o mês de fevereiro marca o início do período chuvoso na região. “Essas precipitações são comuns para região e devem continuar em detrimento do início do período chuvoso. É importante dizer que são chuvas em pontos isolados e que dependem muito da condição do tempo, ocorrendo geralmente no final da tarde para o início da noite”, explicou.

Na última semana, a Defesa Civil da Paraíba alertou os municípios de todas as regiões do estado para o risco de ‘perigo potencial’ de chuvas. A previsão havia sido repassada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Chuva nas últimas 24 horas

Catingueira – 150,8 mm
Maturéia – 133,5 mm
Mãe D`Água – 105,0 mm
Teixeira – 93,4 mm
São José do Bonfim – 85,5 mm
Santa Teresinha – 84,5
Condado – 73,0 mm
São Bentinho – 69,1 mm
Bonito de Santa Fé – 69,0 mm
Desterro – 62,0 mm


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.