Vida Urbana

Em três anos, número de atendimentos no Trauma de Campina Grande durante Réveillon aumenta 68%

Levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (2), pelo Hospital de Trauma




O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande registrou um aumento no atendimentos durante o período de réveillon. De acordo com o levantamento divulgado pela instituição nesta quinta-feira (2), mais de mil pessoas foram atendidas, e essa quantidade equivale a um acréscimo de 68% em relação aos últimos dois finais de ano.

O período analisado em 2019 corresponde aos dias 29 de dezembro de 2018 a 1º de janeiro de 2019, enquanto em 2018, o levantamento levou em consideração as ocorrências registradas entre os dias 30 de dezembro de 2017 e 1º de janeiro de 2018. Em 2018, cerca de 616 pessoas foram atendidas, enquanto em 2019 o número de vítimas foi registrado em 852 pessoas.

Já no Réveillon 2020, cerca de 1.036 casos diversos, como acidentes de carro, atropelamento e agressão física. A maior diferença foi registrada no número de casos de acidentes envolvendo bicicletas, já que este ano nove pessoas deram entrada no Trauma após se envolverem em situações desse tipo, enquanto nos últimos dois anos nenhum registro foi feito. 

O número de acidentes envolvendo motocicletas lidera o ranking. No Réveillon de 2018, foram registrados 109 acidentes desse tipo, em 2019 foram 100 casos, e em 2020, cerca de 120 pessoas deram entrada no Trauma após sofrer acidentes de moto, o que equivale a um aumento de 20% em comparação com 2019.

A maioria das vítimas de acidentes atendidas no Trauma no Réveillon de 2020 são de Campina Grande, 62 no total. Já em relação aos acidentes de carros, houve uma diminuição de 45% no total. A quantidade de atropelamentos caiu 87% e de agressões físicas 34% no mesmo período. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.