Vida Urbana

Dom Dulcênio Fontes é anunciado como novo bispo de Campina Grande

Religioso estava atuando na cidade de Palmeira dos Índios, em Alagoas, e foi nomeado pelo Papa Francisco.




Foi anunciado na manhã desta quarta-feira (11) o nome do novo bispo diocesano de Campina Grande. Dom Dulcênio Fontes de Matos, estava atuando na cidade de Palmeira dos Índios, em Alagoas e foi nomeado pelo Papa Francisco no ultimo dia 29 de setembro. 

O anúncio foi feito pelo administrador diocesano padre Aparecido Camargo, cinco meses após a vacância do cargo, em virtude da nomeação de Dom Manuel Delson como Arcebispo da Paraíba, e justamente no dia do aniversário de Campina Grande. Ele também revelou que a posse do novo bispo acontecerá no próximo dia 02 de dezembro. Dom Dulcênio Fontes de Matos tem 17 anos de episcopado, que somam uma grande experiência sacerdotal. 

Em sua primeira fala dom Ducênio Fontes comentou a nomeação dizendo que a notícia foi uma grande surpresa. “Vou como o pastor, que gosta de caminhar com as ovelhas, com os mais necessitados. Com certeza vou contar com a ajuda de todos nessa nova missão”, disse.

 

Trajetória

Dom Ducênio Fontes de Matos foi ordenado sacerdote em 1985 e vigário da cidade de Lagarto, em Sergipe, sua cidade natal. Em seguida passou mais cinco anos pastoreado na cidade de Umbaúba e depois foi pároco da catedral da cidade de Estância, onde permaneceu por nove anos e dez meses, quando foi nomeado pelo papa João Paulo II como bispo auxiliar da Arquidiocese de Aracajú, onde ficou por mais cinco anos. Depois foi transferido para a cidade de Palmeira dos Índios, onde atua há 11 anos.

Em nota, o Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson, comemorou o fato do anúncio ter sido feito no dia do aniversário de 153 anos de Campina Grande, considerando a chega de Dom Dulcênio como “um belo presente do Papa”. Ele destaca que Dom Dulcênio chega para assumir a Diocese que lhe acolheu muito bem e que deixou saudades quando foi transferido para João Pessoa. “Fiz uma grande família em Campina. E essa família, com as graças e bênçãos de Deus, vai acolher Dom Dulcênio com muito ardor, na certeza de um frutuoso trabalho episcopal”, diz.

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.