Vida Urbana

Dnit vai alterar projeto da BR-230 para evitar desapropriação de moradores de Cabedelo

Acordo foi firmado após prefeitura e lideranças apresentarem proposta alternativa.




Obras da triplicação da BR-230 foram iniciadas em 2017, começando pelo KM 2. Foto: Walter Paparazzo/G1

Os moradores e comerciantes do perímetro urbano de Cabedelo, na região Metropolitana de João Pessoa, não terão mais que deixar as suas moradias em decorrência das obras de construção da terceira faixa da BR-230. Após reunião com o prefeito de Cabedelo, Vítor Hugo (PRB) e lideranças da reunião, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) aceitou a proposta de fazer modificações no projeto original para evitar a desapropriação no trecho que vai do KM 0 ao KM 2 da cidade.

O diretor do DNIT, Rainer Rembrant, explicou que será encaminhada uma revisão do projeto em fases de obras para que, no momento em que forem iniciadas as obras no trecho do KM 0 ao KM 2, seja utilizado as novas definições. Segundo Rainier, a mudanças solicitadas pela prefeitura de Cabedelo são simples e de fácil solução. “Precisaremos suprimir a ciclovia e com isso vai evitar ou eliminar a necessidade de desapropriar as pessoas. Verificamos que tecnicamente é viável e não há prejuízo para a qualidade do empreendimento”, explicou.

A retirada dos moradores da área para ampliação da BR-230 no perímetro urbano era um dos pontos de maior polêmica no projeto, sendo alvo de dezenas de protestos desde que foi iniciado.

Vitor Hugo usou suas redes sociais para comemorar a novidade. “É com diálogo que se resolve as coisas. Sentamos, conversamos e chegamos a esse acordo que será muito benéfico aos moradores e comerciantes do perímetro urbano da cidade. O Dnit vai adequar o projeto à nossa proposta e não será mais preciso a desapropriação das casas e estabelecimentos ali construídos. Agora, eles vão retirar apenas a ciclovia e o viaduto que seria construído nas imediações da Honda, na entrada da cidade. Ganha Cabedelo, ganham todos”, enfatizou.

Além do prefeito de Cabedelo, a reunião no Dnit contou com a presença dos vereadores da base governista e do deputado federal Efraim Moraes (DEM).

Triplicação

A obra de triplicação da rodovia BR-230 no trecho entre a cidade de Cabedelo e o Viaduto de Oitizeiro foi iniciada em março de 2017. A construção está orçada inicialmente em mais de R$ 255 milhões. Ela se estende por cerca de 28 quilômetros e, além da triplicação, prevê a construção de 13 viadutos e reforma de outros três.

Além das novas faixas e dos viadutos, vão ser construídas 14 passarelas para pedestres ao longo dos 28 quilômetros do trecho contemplado. Com o alargamento da rodovia, os viadutos de Manaíra, UFPB e Cristo vão ser ampliados para acomodar as novas faixas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.