Vida Urbana

Diocese de Campina Grande lança Observatório Social

Projeto vai atuar no levantamento de dados para compor um banco social que aborde questões urgentes como as desigualdades sociais presentes na região.




A Diocese de Campina Grande, através do bispo dom Jaime Vieira Rocha, lança na próxima sexta-feira, dia 18, o Observatório Social, que vai atuar no levantamento de dados para compor um banco social que aborde questões urgentes como as desigualdades sociais presentes na região.

O Observatório será lançado às 10h, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), dentro da programação do Seminário Regional que discutirá o tema “A dinâmica socioeconômica do Brasil e as alternativas para o Nordeste”, que será iniciado hoje e segue até sexta-feira.

“Queremos consolidar como fruto do seminário esta instalação do observatório social, que prestará serviços à população. A iniciativa faz parte da necessidade de que estas discussões gerem ações concretas, que contribuam no avanço das políticas públicas”, explicou dom Jaime.

De acordo com o bispo, temas como criminalidade, uso de drogas, desigualdades sociais, além de outras questões inseridas nesse contexto serão o foco do observatório. “Estamos costurando apoio com instituições públicas, empresas, organizações não governamentais, universidades, que queiram abraçar essa causa, contribuindo para a promoção dos direitos do povo”.

Para dom Jaime, o acesso a análises realizadas pelo Observatório é a solução para que os gestores públicos trabalhem políticas voltadas para a realidade de cada cidade.

“Enquanto temos muitas riquezas e o aumento de população, a pobreza também se ressalta em determinados bolsões. É preciso analisar cada cidade e o observatório fará isso, além de apoiar a criação de políticas públicas contra a violência e contra qualquer disparidade”.

Seminário Regional
Com o objetivo de reunir governantes, empresários, movimentos sociais e populares para analisar o atual processo de desenvolvimento, assim como propor mudanças e alternativas para o Nordeste, principalmente para a Paraíba, o Seminário Regional será aberto hoje, na Fiep, em Campina Grande.

Dentre as discussões serão abordados os impactos socioeconômicos das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Programa Brasil sem Miséria na Paraíba, além da importância da Ciência e Tecnologia no desenvolvimento regional.

Ao final do Seminário, os participantes assinam uma carta, mostrando os problemas detectados e as metas de solução.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.