Vida Urbana

Dia D de vacinação contra a raiva na PB acontece em setembro

Ação vai se estender por mais 30 dias em todos os municípios paraibanos.



Rizemberg Felipe
Rizemberg Felipe
Em todo o Estado, a meta é imunizar 604.992 animais, sendo 413.079 cães e 191.913 gatos

No dia 17 de setembro acontece na Paraíba o Dia D da Campanha de Vacinação Contra a Raiva Animal. A ação vai se estender por mais 30 dias em todos os municípios paraibanos. Em todo o Estado, a meta é imunizar 604.992 animais, sendo 413.079 cães e 191.913 gatos.

Pelo oitavo ano consecutivo será utilizada a Vacina de Cultivo Celular em cães e gatos. Este tipo de vacina tem uma melhor resposta imunológica, ação mais duradoura e faz parte do Plano de Eliminação da Raiva Humana transmitida por cães e gatos e do Programa Nacional de Imunização, protocolo assinado pelos países latinos, junto à Organização Mundial de Saúde (OMS).

Errata: Ao contrário do que dizia o título da matéria, a campanha de vacinação acontece no dia 17 de setembro e não no dia 17 de agosto.

“Devem ser vacinados todos os cães e gatos a partir de três meses de idade, em bom estado de saúde. Não há contra-indicação e essa é a única forma de evitar a infecção rábica em cães e gatos, principais focos da doença no ciclo urbano”, explicou o chefe do Núcleo de Zoonoses da Secretaria de Estado de Saúde, Francisco de Assis.

O chefe do Núcleo de Zoonoses da SES-PB informou, ainda, que anualmente, na Paraíba, são atendidas cerca de 9.500 pessoas envolvidas em acidentes com animais.

“Os cães respondem a 80% dos casos de acidentes e, por isso, salientamos a importância de manter os animais imunizados. Desta maneira, consequentemente, o ser humano também estará protegido da doença”. Francisco de Assis orientou, ainda, que os cães e gatos que serão vacinados pela primeira vez, independente da idade, devem receber uma dose de reforço após 30 dias.

"O Dia D é 17 de setembro, mas os animais podem ser imunizados durante o ano inteiro. Quanto mais rápido o animal for protegido, melhor para o bem estar dele e também da família”, alertou Francisco de Assis.

A raiva

É uma doença infecciosa aguda, de etiologia viral, transmitida ao homem por meio de mordeduras, arranhaduras, lambedura de mucosas ou pele lesionada por animais raivosos, provocando uma encefalite viral aguda. A doença acomete o Sistema Nervoso Central, levando a óbito em curto espaço de tempo.

É letal em aproximadamente 100% dos casos, por ser causada por um vírus mortal, tanto para os homens quanto para os animais. A única forma de evitá-la é a vacinação dos animais. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.