Vida Urbana

Deslocamento na região metropolitana da capital vai ser mais rápido

Recuros do Plano de Mobilidade do governo federal devem ser aplicados até maio de 2014.




A distância entre bairros e entre os municípios de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita (que compõem a Região Metropolitana de João Pessoa) poderá ser feita com mais rapidez até o mês de maio de 2014. Com a liberação de recursos no montante de R$ 336 milhões pelo Ministério das Cidades, o Plano de Mobilidade deverá ser colocado em prática em breve. A integração entre ônibus e trens vai reduzir o tempo de deslocamento de quem utiliza o transporte público.

O Plano de Mobilidade é audacioso e prevê mudanças significativas. O objetivo, como o próprio nome sugere, é agilizar a mobilidade através de ônibus e trens. O terminal de integração intermodal para os dois tipos de transporte será construído em um terreno amplo, que fica por trás do Terminal Rodoviário de João Pessoa. No local serão abrigadas todas as linhas de João Pessoa e linhas intermunicipais. Essa obra será realizada em parceria com o governo do Estado. A capital vai receber R$166,5 milhões.

O atual sistema ferroviário será substituído por um sistema moderno intitulado Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que prevê a qualificação e modernização dos trens. Para quem precisa utilizar esse tipo de transporte, a mudança é aguardada com ansiedade.

É o caso da dona de casa Maria José Correia da Silva, de 57 anos. Duas vezes por semana, ela sai do bairro do Geisel em direção ao Renascer, em Cabedelo, para a casa da filha.

O percurso da dona de casa do Geisel até o Varadouro demora, em média, 40 minutos. “Sempre tem um congestionamento no meio do caminho, o que acaba atrasando ainda mais a viagem”, comentou. Ao chegar na Estação Ferroviária, ela aguarda o trem, cuja passagem custa R$0,50. Ao todo, ela precisa desembolsar R$5,40 pelo trajeto. A notícia da integração entre ônibus e trens animou a dona de casa.

O próximo passo agora é a assinatura do convênio com o Ministério das Cidades, mas ainda não há data prevista para isso, conforme informou o superintendente Nilton Pereira, da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob).

“Nossa pretensão é iniciar as obras do Plano de Mobilidade de forma simultânea em toda a cidade. Todas devem ser concluídas até 2014”, frisou. “Esse plano muda radicalmente o transporte da capital”, acrescentou Nilton Pereira.

Por outro lado, o secretário estadual Ricardo Barbosa disse que a concretização das obras vai depender do projeto final que será elaborado em breve.

“Ainda não podemos dizer como serão as mudanças, pois ainda precisamos abrir edital de licitação para definir os detalhes. O que apresentamos foi uma carta consulta, não há nada definido”, afirmou o secretário. Segundo ele, as obras devem ser encaixadas no valor dos recursos, ou seja, tudo vai depender do custo de cada mudança. Até o dia 15 de maio o edital para contratação do projeto será publicado, conforme Barbosa.

O superintendente Nilton Pereira disse que a pretensão é iniciar as obras do Plano de Mobilidade de forma simultânea em toda a cidade.

Todas as obras devem ser concluídas até 2014, conforme as expectativas. “Esse plano muda radicalmente o transporte de João Pessoa e para bem melhor”, afirmou o superintendente da Semob.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.