Vida Urbana

Com mais de 20 anos, leão da Bica morre após problemas renais

Leão Sadan morreu na quarta-feira (7).





Morreu, na quarta-feira (8), o leão do Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica, em João Pessoa. De acordo com a administração do parque, Sadan tinha mais de 20 anos e estava com problemas nos rins.  O animal estava no local há 14 anos.

Segundo a administração da Bica, uma equipe de nove veterinários, entre profissionais do próprio parque e outros vindos da cidade de Natal, estavam cuidando do Leão Sadan desde o último final de semana.

O diretor do parque, Jair Azevedo, afirma que o leão viveu cinco anos a mais da expectativa de vida para este tipo de felino, cuja idade máxima chega a 15 anos. Ele disse que foram feitos todos os exames no animal,  cujo material foi enviado para laboratórios na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e os resultados devem ser divulgados na próxima semana, quando serão apontados as causas exatas da morte

Após a morte de Sadan, surgiu um boato que a leoa, que vive no mesmo espaço, batizada de Leona, também havia morrido, mas a informação foi negada pela Bica. Ela está bem de saúde e tem atualmente nove anos.

A direção do parque já entrou em contato com outros zoológicos na busca de encontrar um outro leão a fazer companhia a Leona.