Vida Urbana

João Pessoa registra 20% da chuva esperada para abril em apenas uma hora

Aesa diz que choveu 41,8 milímetros entre 7h e 8h na capital; veja balanço de chuvas e alagamentos.




Carro ficou preso no alagamento na Rua Antônio Rebelo Júnior (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

João Pessoa registrou 20% do esperado para o mês de abril em apenas uma hora nesta segunda-feira (1º). De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa) choveu 41,8 milímetros entre 7h e 8h na capital paraibana. No mesmo horário, a velocidade dos ventos chegou a 36 km/h. O grande volume de chuvas já tinha sido previsto pelo Inmet e deve seguir até a madrugada da terça-feira (2).

De acordo com o setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, a previsão é de que o tempo permaneça instável na capital e nas cidades localizadas no litoral paraibano. “Temos uma condição de instabilidade climática sobre quase todo estado da Paraíba. Esta situação, associada à atuação de um fenômeno chamado de Zona de Convergência Intertropical, mantém o tempo favorável à ocorrência de chuvas localizadas”, alertou a meteorologista Marle Bandeira.

Água acumulada na Avenida Dom Pedro II (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Alagamentos

As fortes chuvas que caem em João Pessoa também causaram alagamentos em vários pontos da cidade. Algumas ruas foram bloqueadas por conta do alto volume de água. Segundo a Defesa Civil Municipal, choveu mais de 67 milímetros em cerca de sete horas na capital paraibana. O registro é das 2h30 até por volta das 9h30.

A Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob-JP) informou que diversas vias ficaram intransitáveis. A Rua Antônio Rebelo Júnior, que faz ligação com a Avenida Epitácio Pessoa, por exemplo, ficou completamente alagada .A reportagem da TV Cabo Branco flagrou o momento em que uma motorista tentou atravessar a via, mas não conseguiu depois que o carro ficou parcialmente submerso.

Também foram registrados problemas na Avenida Bancário Sérgio Guerra, que é a principal dos Bancários, na Avenida Josefa Taveira, em Mangabeira, e na Avenida Rui Barbosa, no bairro da Torre.  Alguns semáforos, como o cruzamento entre as avenidas Maximiano de Figueiredo e Dom Pedro II, pararam de funcionar.

A Semob-JP está informando em tempo real no Twitter os pontos de alagamento e a situação do trânsito por conta da chuva.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Noé Estrela, apesar das fortes chuvas não foram registradas ocorrências na cidade. Ele disse que os bairros que registraram os maiores volumes foram Altiplano, Manaíra e Tambauzinho.

A Semob-JP divulgou uma arte com orientações para os motoristas (Reprodução/Semob)

Chuvas em março no estado

De acordo com a Aesa, também foram registradas fortes chuvas do sábado para o domingo, com destaque para Santa Terezinha (132,1 mm), Cacimbas (127 mm), Monteiro (101,2 mm), Mãe d’Água (97 mm), Ouro Velho (91,3 mm), Coremas (88,2 mm), Brejo do Cruz (80,6 mm), Areia de Baraúnas (80,4) e Emas (64,1 mm).

A Aesa também divulgou o balanço total de chuvas do mês de março. As cidades de Cachoeira dos Índios (337,0 mm), Bom Jesus (318,3 mm) e Conceição (309,9 mm), todas no Sertão, foram as que registraram os maiores volumes. Em Cachoeira dos Índios e Conceição, os volumes registrados foram em média 50% acima do esperado para o mês.

Em João Pessoa, o volume acumulado de chuvas em março foi 32% acima do esperado, com 236,8 mm, sendo que 55mm foram concentrados entre os dias 26 e 27.

Situação dos reservatórios

As chuvas do final de semana aumentaram o nível da água em vários açudes. Na cidade de Piancó, o reservatório de Coremas ganhou quase 17 milhões de metros cúbicos e atualmente está com 12,61% da capacidade. Em Boqueirão, o açude Epitácio Pessoa recebeu 5 milhões de metros cúbicos, aumentando o volume para 24,24%. Em Sousa, após o aporte de 3,6 milhões de metros cúbicos, o São Gonçalo está com 44,79%.

Dos 129 açudes monitorados pela Aesa, 28 estão com menos de 5% do volume total. Outros 43 têm menos de 20% e 56 reservatórios possuem capacidade superior a 20%. Apenas dois estão sangrando: São José II, em Monteiro e Emas, na cidade de mesmo nome.

Perigo potencial

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou neste domingo (31) um aviso de chuvas intensas com grau de severidade de perigo potencial para a Paraíba. O alerta é até às 8h desta terça-feira (2).

De acordo com o comunicado, pode haver precipitações de chuva entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, com ventos intensos de 40-60 Km/h. Há, entretanto, baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.