Vida Urbana

Chip que pode detectar 18 tipos de câncer deve chegar ao mercado em 2022

Pesquisadora, diz que produto deve custar apenas R$ 10, participa de evento em João Pessoa.




Um chip que detecta 18 tipos de câncer a partir de um teste sanguíneo deve chegar ao mercado brasileiro e internacional em 2022. O projeto é um criação da biomédica pernambucana Déborah Zanforlin e se encontra em fases de teste para conseguir aprovação. Segundo ela, o produto, que pode mudar a vida de milhares de pacientes, vai custar apenas R$ 10 para ser fabricado.

A pesquisa de Déborah Zanforlin começou em 2015, quando ela viu de perto as dificuldades de diagnóstico para doenças mais simples, como dengue, por exemplo. “Trabalhava com sensores rápidos de viroses, e comecei e me questionar que com o câncer seria ainda pior. Foi quando surgiu a ideia de pensar se daria para adaptar a tecnologia”, disse. “Se hoje a gente tem filas imensas nos hospitais, com um teste na hora já economiza tempo, facilita para a detecção”, completou.

Desenho do chip desenvolvido pela biomédica pernambucana (Foto: Reprodução)

O teste funciona da seguinte forma: o paciente tira uma amostra razoável de sangue, alguns materiais são adicionados a esse sangue no chip, e depois de um hora se tem o resultado. O chip é descartável. O exame rápido pode detectar câncer de pâncreas, fígado, estômago e outros 15 tipos, em estágio inicial. “Se a gente detecta em estágio inicial o tratamento é muito mais eficaz”, destaca a biomédica.

Pesquisa com apoio do MIT

Originada em Pernambuco, a pesquisa de Déborah ganhou o mundo. Atualmente, pessoas de oito países diferentes atuam no aprimoramento da tecnologia. Ela tem inclusive o apoio do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), um dos mais importantes do mundo.

“A quantidade de pacientes para que esse teste fosse aprovado foi maior do que a gente imaginava. Hoje a gente tem colaborações no Rio Grande do Norte, em São Paulo, estamos procurando mais colaborações em outros estados, temos em Boston, nos Estados unidos,e vamos começar na China em breve. A ideia é que a gente consiga todos esses pacientes para ter essa aprovação tanto aqui, como fora”, ressalta Déborah com otimismo para que o produto esteja no mercado de fato em 2022.

Mindset Experience

A biomédica Deborah Zanforlin é uma das palestrantes da segunda edição do Mindset Experience, que acontece nesta quinta-feira (26), em João Pessoa. O evento é voltado para o empreendedorismo e recriação de atitudes, acontece a partir das 18h, na Pink Elephant, no Altiplano. Ingressos ainda estão à venda online e custam R$ 160.

“Cresci para ser pesquisadora. Todo meu caminho foi construido passo a passo, nesse caminho comecei a construir essa ideias nas pessoas, que a gente pode começar do zero e revolucionar o que a gente está fazendo. Sabendo o que queremos, a gente pode mudar a nossa realidade”, conta Déborah sobre o que pretende abordar na palestra.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.