Vida Urbana

Caixa libera R$ 249 mi para casa própria e lança feirão de imóveis

Para aquecer ainda mais o setor imobiliário de João Pessoa, banco vai realizar evento de 20 a 23 deste mês, na capital, com oferta de 10 mil imóveis, entre novos, usados e na planta.




Jean Gregório
Do Jornal da Paraíba

Com forte demanda no mercado imobiliário, o Feirão da Caixa promete impulsionar ainda mais o segmento habitacional de João Pessoa. O evento, que acontecerá no Espaço Cultural, no período de 20 a 22 de Maio, vai oferecer mais de dez mil imóveis entre novos, usados e na planta.

Para demonstrar que o setor permanece aquecido na Paraíba, nos primeiros quatro meses deste ano o volume de financiamento já chegou a R$ 249 milhões, 25% do total do ao passado. A Caixa informa que concentra cerca de 80% de todos os financiamentos contratados no Estado. “Em parceria com o segmento da construção civil, os investimentos superaram a marca de R$ 1 bilhão em financiamentos habitacionais na Paraíba nos últimos 12 meses”, acrescenta o superintendente regional da Caixa na Paraíba, Elan Miranda. “A realização anual do evento é um dos principais propulsores do processo de geração de trabalho e renda, além de contribuir para a promoção da cidadania e para a melhoria da qualidade de vida da população”, revela o superintendente.

O presidente da Caixa, Jorge Hereda, diz que “no Feirão a compra do imóvel é facilitada pelo fato de o evento reunir, num único espaço, todos os agentes da cadeia da habitação, como construtoras, corretores, imobiliárias correspondentes Caixa Aqui, tudo com suporte técnico da Caixa, responsável por analisar e liberar os financiamentos, o que poupa tempo e dinheiro para o comprador”, detalhou. Para realizar o evento na capital paraibana, a Caixa firmou parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil em João Pessoa (Sinduscon-JP), Creci, Sindimóveis e Secovi.

No ano passado, o feirão em João Pessoa fechou mais de R$ 14 milhões em financiamento e outros R$ 42 milhões foram encaminhados para negociação nas semanas seguintes à Feira. Outros R$ 1,3 milhão foram de operações com Consórcio Imobiliário.

O presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci-PB), Rômulo Soares, acredita que a tendência no mercado é um “aquecimento com razoabilidade. Os consumidores estão mais exigentes e seletivos e procurando o melhor preço sem perda de qualidade no acabamento e no material produzido. Garagem com duas vagas para carros vem ganhando preferência  no ato da compra”, aponta.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.