Vida Urbana

Bebê espera há 4 meses por cirurgia

Com apenas 10 meses, um bebê aguarda há quatro meses por uma cirurgia de crânio em João Pessoa.




Com apenas 10 meses, um bebê aguarda há quatro meses por uma cirurgia de crânio em João Pessoa. A criança, que tem craniostenose, problema provocado pelo fechamento dos ossos do crânio que muda a forma da cabeça e provoca a compressão do cérebro. Apesar do procedimento ter sido agendado no Hospital Arlinda Marques, é sempre adiado, ou por falta de neurocirurgião, material para uso no procedimento ou de vaga na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), segundo informou a mãe da criança, Cibele Neves.

Apesar do problema, o bebê está em casa. Em uma das internações, a criança foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. “Ela vomitava sem parar e chorava muito. Levamos ela para internar sabendo que estava sofrendo”, disse a mãe. O médico indicou que a criança precisava ser submetida a cirurgia e o bebê foi transferido para o Arlinda Marques, especializado no atendimento infantil.

A direção do Arlinda Marques, através da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde (SES), afirmou que a cirurgia da criança estava agendada para ontem, mas não ocorreu porque a médica teria exigido a aquisição de um kit não custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A cirurgia poderia ser remarcada após a compra, através de processo administrativo, mas está sem data porque Cibele teria se negado a apresentar os documentos do bebê para abertura do processo. Ela nega. “Todas as cópias de documentos do bebê estão no hospital. O que aconteceu é que informaram que eu preciso protocolar na SES o pedido do material”, afirmou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.