Vida Urbana

Barragem sangra após chegada das águas do Rio São Francisco em Monteiro, na Paraíba

Previsão da Aesa é de que as águas sigam da barragem de São José, onde transbordou, para a barragem de Poções




Barragem de São José sangra após chegada das águas do Rio São Francisco em Monteiro, na PB — Foto: Rosa Santa Cruz/Arquivo Pessoal

Após a chegada das águas em Monteiro, a barragem de São José, um dos mananciais do Eixo Leste da transposição das águas do Rio São Francisco, sangrou neste domingo (24). O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Porfírio Loureiro, informou que a previsão é de que até esta terça (26) as águas da transposição também cheguem na barragem de Poções, que fica na mesma região, no Cariri da Paraíba.

A barragem de São José é o primeiro reservatório a receber as águas do Rio São Francisco na Paraíba, e possui capacidade de absorver cerca de um milhão de metro cúbicos de água. O manancial, que foi construído no ano de 1976, transbordou após atingir a capacidade máxima com a chegada das águas da transposição na Paraíba, no dia 19 de novembro deste ano. 

A vazão da água da transposição que chegou em Monteiro está em 3 metros cúbicos de água por segundo, mas continua variando, conforme Porfírio Loureiro, presidente da Aesa. “O caminho dessa água está sendo longo justamente por essa variação da vazão”, explicou Porfírio.

Ainda de acordo com Porfírio Loureiro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) recebeu uma solicitação da Aesa para que seja liberada uma vazão de 4,3 metros cúbicos de água por segundo. Caso o MDR libere a vazão solicitada pela Aesa, as águas da transposição podem chegar ao Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, em até 25 dias.

Se a previsão da Aesa se concretizar, as águas devem chegar a Poções e seguem para a barragem de Camalaú, no Cariri da Paraíba. Por fim, as águas chegam ao Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, responsável por abastecer Campina Grande e outras 19 cidades da região. 

Desde fevereiro deste ano, as águas da transposição do Rio São Francisco não eram bombeadas à Paraíba, mas na noite da última terça-feira (19), as águas chegaram ao estado pelas comportas do Engenho Velhos, no trecho localizado na cidade de Monteiro, Eixo Leste da Transposição.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.