Vida Urbana

Bares na praia do Bessa são retirados

Demolição dos bares na orla do Bessa deve ser concluída pela prefeitura nesta quarta (21).



Kleide Teixeira
Kleide  Teixeira
Após a demolição dos oito bares a vegetação na área será recuperada

A Prefeitura de João Pessoa deverá concluir amanhã a demolição das oito barracas instaladas na orla da avenida Arthur Monteiro de Paiva, no Bessa. Os estabelecimentos já foram parcialmente destruídos pelos próprios proprietários, que retiraram telhados, portas, janelas e outras estruturas dos prédios.

No entanto, ainda restam paredes e partes em concretos que serão demolidas pelas máquinas do governo municipal. Os trabalhos serão feitos por equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e Autarquia Especial de Limpeza Urbana (Emlur).

Após a demolição total das barracas, técnicos da Secretaria do Meio Ambiente (Semam) começarão a recuperar a vegetação da área. “Teremos uma reunião nesta terça-feira para definir detalhes, como tipos de máquinas e quantidade de funcionários que serão necessários”, declarou o secretário da Sedurb, Lucius Fabiani.

A retirada dos bares divide a opinião dos moradores do Bessa.

“Sou a favor da retirada, já que essas barracas estão em áreas públicas e causam poluição visual na praia”, disse o professor aposentado José Carlos Peclat.

“Sou contra a retirada porque os turistas não terão onde descansar, tomando uma bebida e conversando com amigos.

Eles ficarão sem banheiros e a mercê dos ambulantes que vendem lanches sem nenhuma higiene”, observou o administrador Josenilton do Nascimento.

ACORDO
A retirada dos bares faz parte de um acordo firmado entre os empresários e a Prefeitura de João Pessoa. Os bares ficam em área pertencente ao Patrimônio da União, que ingressou com ação na justiça, exigindo a reintegração de posse. Cada proprietário recebeu R$ 100 mil de indenização da prefeitura para desocupar o local de forma extrajudicial.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.