Vida Urbana

Baixa natalidade motiva queda

Queda na taxa de natalidade e alto índice de evasão, estão entre os principais fatores que contribuíram para redução no ensino fundamental.




Com relação ao ensino fundamental, a queda na quantidade de alunos matriculados pode ser explicada por vários fatores. Os principais são a evasão e a desistência escolares, a reduzida taxa de natalidade e a procura precoce de estudantes por trabalho.

“Pesquisas feitas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já mostraram que as famílias paraibanas diminuíram de 5 para 2 a média de filhos, nos últimos dez anos. Como consequência, há também uma redução na quantidade de alunos no ensino fundamental”, analisa a gerente da Secretaria de Educação, Aparecida Uchôa.

Outros fatores são a evasão e repetência escolares, que são influenciadas pela ausência de maiores investimentos na rede pública. “Hoje, estamos vivendo na era da tecnologia e informação e maioria das escolas ainda trabalha, exclusivamente, com o quadro negro e o giz. Os professores não se encaixaram nessa era tecnológica, o que faz as escolas se tornarem pouco atrativas e muitos jovens acabam desistindo de frequentá-las. Esse é um problema que precisamos enfrentar”, declara a gerente.

“Por causa da evasão e repetência escolar, nossas notas são puxadas para baixo e não conseguimos atingir as metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Outro motivo para a redução de alunos no ensino fundamental é o trabalho infantil, o que faz muitos jovens desistirem de estudar para ajudar na renda da família”, completa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.