Cultura

Auschwitz completa 75 anos; veja lista de filmes para entender holocausto nazista

Descoberta do campo de concentração é lembrada pela Unesco nesta segunda-feira (27).




Há 75 anos, as tropas soviéticas descobriram o campo de concentração de Auschwitz, na Alemanha nazista de Hitler. Segundo a Unesco, o local foi o maior complexo de extermínio e “o maior centro de assassinatos em escala industrial, construído para implementar o genocídio dos judeus da Europa”. A data da descoberta de Auschwitz, lembrada nesta segunda-feira (27), foi instituída em 2005 pelas Nações Unidas.

Conforme a agência da ONU, de 1,1 milhão de indivíduos que foram assassinados em Auschwitz, quase 1 milhão eram judeus. Além de Auschwitz, mais de 200 estabelecimentos desse tipo foram criados por nazistas, dentro e fora de território alemão, durante as décadas de 1930 e 1940. Os campos serviam para explorar e eliminar principalmente judeus, mas também ciganos, homossexuais, comunistas, testemunhas de Jeová, pessoas com deficiências físicas e mentais, prisioneiros de guerra soviéticos e poloneses.

Para quem quer conhecer sobre a história do maior massacre contra a humanidade, o JORNAL da PARAÍBA preparou uma lista com filmes icônicos que retratam esse momento da história. Confira a lista abaixo.

A Lista de Schindler

Filme imprescindível em qualquer lista sobre o Holocausto, ‘A Lista de Schindler’ desbrava como os campos de concentração se tornaram um mercado lucrativo para além do regime ideológico nazista de repressão às minorias. O longa, de 1993, conta a história do alemão Oskar Schindler, que viu na mão de obra judia uma solução barata e viável para lucrar com negócios durante a guerra. Mas, o que de início era visto como oportunismo se tornou um dos maiores casos de amor à vida durante o período do holocausto: o empresário perdeu tudo o que tinha, mas salvou mais de mil judeus.

Vencedor de sete prêmios Oscar, incluindo o primeiro de Melhor Diretor para Steven Spielberg, ‘A Lista de Schindler’ completou 25 anos em abril do ano passado e ganhou uma edição remasterizada.

Auschwitz

Outra longa didático sobre Auschwitz é o filme homônimo do diretor alemão Uwe Boll, de 2011. O filme tenta retratar a dura realidade do processo dentro do campo de concentração de Auschwitz, usando imagens brutais. Finalizada com o livro, com imagens de documentários e entrevistas com adolescentes alemães sobre o que eles sabem sobre o Holocausto, a intenção de Boll é mostrar aos espectadores o quão depravada e sádica era a vida no campo.

 

Deus no Banco dos Réus

Baseado em livro de Elie Wiesel. O filme se passa durante a Segunda Guerra Mundial e mostra um grupo de prisioneiros judeus em Auschwitz que decide fazer o julgamento de Deus por abandoná-los nas mãos dos nazistas e permitir o Holocausto.

O Menino do Pijama Listrado

Narra a história fictícia de um garoto de 8 anos, filho de um oficial nazista que assume um cargo importante em um campo de concentração durante a Segunda Guerra. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe para uma área isolada. O local é um campo de concentração nazista, onde ele acaba conhecendo um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada.

 

A Vida É Bela

Também de forma poética, o clássico A Vida É Bela retrata as dores de uma família enviada para um campo de concentração nazistas. Ganhador de um Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, o filme conta a história de um pai, interpretado pelo também diretor Roberto Benigni, que tenta usar sua imaginação para proteger o filho do horror da realidade.

 

Olga

Para quem preferir uma produção brasileira, uma opção é o longa Olga Benário, que narra a verdadeira história da militante alemã Olga Benário, que se apaixonou pelo líder comunista brasileiro Luís Carlos Prestes.

Olga é presa com Prestes. Grávida de 7 meses, é deportada pelo governo Vargas para a Alemanha nazista e tem sua filha Anita Leocádia na prisão feminina do Campo de Concentração de Barnimstraße. Afastada da filha, Olga é então enviada para o Campo de Concentração de Ravensbrück, onde é morta na Câmara de Gás.

 

O Anjo de Auschwitz

O filme, baseado na história real de uma polonesa que foi recrutada para trabalhar para o Dr. Mengele, conta a história de uma mulher arriscou sua vida para salvar mulheres grávidas e seus bebês recém-nascidos em um campo de concentração, durante a Segunda Guerra Mundial.

 

A Noite Chegará

O documentário conta a história da libertação dos campos de concentração nazistas e das semanas seguintes do fim da guerra. O filme traz imagens de arquivo inéditas, impressionantes depoimentos de sobreviventes, além de narrar os esforços feitos para documentar essas cenas produzidas por uma excepcional equipe de cineastas, que incluía Alfred Hitchcock.

 

O Guarda de Auschwitz

O filme de Terry Lee Coker, conta a história romantizada de um jovem soldado alemão descobre as verdadeiras intenções do partido nazista. Chocado com os planos, e dividido entre a lealdade ao seu país e sua bondade, arrisca a vida para salvar uma jovem prisioneira.

 

O filho de Saul

Durante a Segunda Guerra Mundial, um judeu é obrigado a trabalhar no campo de concentração de Auschwitz e tenta salvar o corpo de um jovem para que ele tenha um sepultamento justo feito por um rabino.

 

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.