Vida Urbana

Aulas da pós-graduação também param na UFPB

Paralisação afeta os cursos de pós-graduação.




Prestes a completar três meses, o movimento grevista dos docentes da Universidade Federal da Paraíba está ganhando reforço. Esta semana, pelos menos três programas de pós-graduação (nas áreas de Direito, Comunicação Social e Psicologia Social) decidiram suspender suas atividades.

Segundo o presidente do Sindicato dos Docentes da UFPB (Aduf-PB), Ricardo Lucena, ainda esta semana, coordenadores dos demais programas de pós-graduação da instituição estão se reunindo para discutir a continuidade ou não das aulas e matrículas.

Conforme Ricardo Lucena, na tarde de ontem, o comando de greve local, em encontro com o reitor Rômulo Polari, solicitou que este convoque o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) para discutir a readequação do calendário da UFPB. Ainda não há data prevista para reunião.

O movimento grevista dos professores da UFPB teve início no último dia 17. A categoria reivindica principalmente a reestruturação da carreira docente, a criação de uma carreira única com incorporação das gratificações em 13 níveis remuneratórios e a paridade dos aposentados e pensionistas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.