Vida Urbana

Atleta é preso suspeito de cometer estelionato contra idoso

Prisão foi efetuada no município de Bayeux, na Grande de João Pessoa.



Divulgação/SEDS
Divulgação/SEDS
Vítima apresentou as conversas via aplicativo de mensagens que comprovam as tentativas de cobrança ao suspeito

Um homem foi preso na manhã desta segunda-feira (24), suspeito de negociação fraudulenta de veículos e emissão de cheques bancários sem fundos. A prisão ocorreu na casa da mãe do suspeito, no município de Bayeux, Região Metropolitana de João Pessoa, e foi efetuada pela Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da Capital.

Segundo a DDF, o suspeito foi identificado como David Nascimento, de 25 anos, e é um fisioculturista. Ainda conforme a DDF, o crime envolve a compra com cheques sem fundo de um veículo e o denunciante do crime teria sido a própria vítima.

"A pessoa informou que ofereceu um veículo em um site nacional de vendas OLX e foi procurada por David Nascimento, que disse estar interessado no carro. Eles combinaram um encontro e a venda foi efetivada e como garantia o suspeito entregou vários cheques nos valores das parcelas, mas o dono do carro acabou descobrindo quando foi descontar os cheques que eles não tinham fundos”, falou.

Ainda de acordo com a DDF, as cobranças dos valores devidos pelo atleta de fisiculturismo estão gravadas no celular da vítima. Nas mensagens, o dono do carro dá vários prazos para David e em algumas conversas ele até agradece a paciência da vítima e se compromete a depositar a quantia.

Em uma mensagem, ele até chega a postar a foto de um comprovante falso de depósito feito por meio de um envelope. David foi preso em flagrante, e de conforme a DDF, responderá pelo crime de estelionato qualificado contra idoso, podendo ser condenado a até dez anos de prisão pelas condutas praticadas. O suspeito permanecerá na carceragem da Central de Polícia, no Geisel, aguardando o encaminhamento à audiência de custódia, na terça-feira (25). 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.