Vida Urbana

Após oito horas de interdição, MST libera rodovias federais

Movimento cobrava do Incra vistorias de áreas para desapropriação.



Leonardo Silva
Leonardo Silva
MST fechou trechos das quatro rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou no início da noite desta quarta-feira (24) que após cerca de oito horas de bloqueio, os integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST) liberaram o trânsito em trechos de quatro rodovias federais que cortam o estado.

Durante a manhã o MST interditou três trechos da BR-230, o trecho da BR-101, na divisa com Pernambuco, dois pontos da BR-104 e o trecho da BR-361 nas proximidades da cidade de Patos. Segundo a PRF, a série de protestos gerou congestionamentos quilométricos nas rodoviais.

Segundo a coordenação estadual do MST, as rodovias foram interditadas para cobrar do Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária (Incra) vistorias de áreas que deveriam ser desapropriadas para assentar famílias que estão acampadas. Ainda de acordo com o movimento a ideia era desocupar as BRs só após a reivindicação ser atendida.

Uma reunião entre representantes do Incra e do MST aconteceu durante a tarde desta terça. Em contato com a TV Cabo Branco, o Incra informou que a negociação para atender as revindicações do movimento está em andamento.

No trecho da BR-101 chegou a acontecer um confronto entre os manifestantes e a Polícia Militar de Pernambuco. Os policiais usaram bombas de efeito moral e os membros do movimento atiraram pedras contra a tropa. A polícia não conseguiu dispersar a manifestação e acabou se retirando do local após ficar sem munição.

(Atualizada às 20h15)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.