Vida Urbana

Após acordo sobre salários, motoristas de ônibus de João Pessoa cancelam paralisação

Na segunda os motoristas pararam de trabalhar por cerca de quatro horas.




Ônibus pararam na segunda-feira (Foto: Raniery Soares/CBN)

Os motoristas de ônibus de João Pessoa descartaram a realização de uma nova paralisação que tinha sido anunciada para esta terça-feira (22) após terem a garantia de que vão receber o salário atrasado até a quarta-feira (23). O acordo foi feito em uma reunião na segunda-feira (20).

Na manhã de segunda-feira, os motoristas fizeram uma paralisação que durou cerca de quatro horas. Os ônibus foram estacionados nas plataformas do Parque Solon de Lucena, um dos pontos mais movimentados da capital. O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP), Isaque Júnior, reconheceu que folha de pagamento que deveria ter sido efetivada na sexta-feira (18) não tinha sido paga.

A reunião que fechou o acordo foi comandada pela Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) contou com representantes das empresas, do Sintur e dos motoristas. “A Semob cobrou a normalização do serviço e foi assegurada de que a situação trabalhista entre empresas e profissionais seria regularizada o quanto antes, de forma a impedir novos prejuízos à população”, disse o órgão em nota.

Também em nota, o Sintur-JP disse que o pagamento da quinzena dos motoristas vai ser feito até a quarta-feira. “Em contrapartida ao que ficou definido, os motoristas não farão mais a paralisação que havia sido anunciada para esta terça”, ressaltou o sindicato.

Atualmente, João Pessoa tem 475 ônibus na frota, de acordo com o Sintur, e 170 mil passageiros por dia. Sintur e motoristas dizem que o sistema tem sido afetado pela concorrência desleal com o transporte irregular.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.