Vida Urbana

Ambulantes começam a montar estrutura para a Festa da Penha

Montagem das barracas de comidas e parques de diversões para a 248ª Festa de Nossa Senhora da Penha, em João Pessoa, começou desde a manhã de ontem




A montagem das barracas de comidas e parques de diversões para a 248ª Festa de Nossa Senhora da Penha, em João Pessoa, começou desde a manhã de ontem na praia da Penha.

Este ano, os barraqueiros terão permissão para continuar até o próximo domingo. Ainda no dia de ontem, comerciantes iniciaram as vendas de camisas para a romaria em algumas ruas da capital.

Os trechos que dão acesso à praia da Penha já estão enfeitados com fitas azuis e a estátua foi pintada. Dois palcos ainda serão montados para a Festa da Penha. Um deles, o da praça, será montado hoje, segundo informou o representante do conselho da Associação dos Moradores, Bruno dos Santos. “O outro palco que ficará no campo só será instalado no sábado porque servirá de apoio as celebrações eucarísticas da romaria da Penha”, afirmou.

Todos os anos, o proprietário de brinquedos, Nonato Filho, que mora em Bayeux, na Grande João Pessoa, trabalha com a montagem de cama elástica, pula-pula para diversão das crianças da comunidade e também dos fiéis que visitarão o santuário. “Este ano espero ganhar mais dinheiro. Antes ficávamos apenas um dia, agora serão três. Teremos chance de ter um saldo positivo no final do mês”, afirmou.

Apesar de morar e ter uma barraca na praia da Penha, Marlene Pereira contou que os preparativos para a compra de mercadorias para a venda começa três dias antes da festa.

“Começo cedo para poder organizar tudo antes do evento.

“Assim como o ano passado foi bom, este ano quero obter um lucro para os próximos quatro meses”, afirmou.

Além da organização da festa, alguns fiéis decidiram visitar o santuário um dia antes do início do tríduo. Já a vendedora Lindaci Gonçalves aproveitou para ganhar dinheiro vendendo camisas do evento. Ela comercializa na praça da Paz, nos Bancários, um dos trechos do percurso da caminhada. “Até o sábado esperando vender mais de cem peças”, comentou. O preço varia de R$ 5,00 a R$ 15,00, de branca a colorida. Outro ponto de venda das camisas é na Avenida Beira Rio, no bairro da Torre.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.