Vida Urbana

Adolescente é atropelada e morre no bairro de Mangabeira

Médico do Samu diz que menina pode ter morrido por asfixia.  



Walter Paparazzo/G1
Walter Paparazzo/G1
Com impacto, adolescente foi arremessada para o canteiro central

Uma adolescente de 13 anos morreu após ser atropelada quando atravessava a Avenida Hilton Souto Maior, no bairro de Mangabeira VI, em João Pessoa, no início da manhã desta quinta-feira (30). Segundo informações de testemunhas, a menina foi arremessada com o impacto e caiu no canteiro central da avenida, próximo a uma árvore. A adolescente não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Uma das testemunhas, identificada apenas como Maria José, fazia uma caminhada no canteiro da avenida quando percebeu o acidente. “Ouvi a pancada e olhei. Vi na hora que ela caiu no pé da árvore. No início eu pensei que tivesse sido um cachorro, mas quando cheguei perto, vi que era uma menina. Imediatamente eu liguei para o Samu. Infelizmente quando olhei, ela já não apresentava nenhum movimento”, lamentou a testemunha.

A adolescente usava a farda de uma escola municipal de João Pessoa e possivelmente estava caminhando em direção à escola. Ela morava próximo ao local onde ocorreu o acidente. O motorista do carro envolvido no atropelamento chegou a parar metros depois do trecho onde ocorreu a colisão, mas em seguida continuou sem prestar socorro, ainda de acordo com a testemunha do acidente.

O médico do Samu chamado para atender a ocorrência, Elinaldo Leite, explicou que quando a equipe chegou, a adolescente já estava morta. No momento do impacto, a menina comia biscoito, segundo o médico. “Pelo que vimos ao chegar no local, a vítima estava comendo e pode ter morrido por asfixia, tanto que encontramos uma quantidade muito grande de comida na cavidade oral dela. A questão da asfixia somente a perícia pode confirmar”, explicou. Ainda segundo o médico, a adolescente não apresentava muitas lesões pelo corpo.

Por volta das 7h10 desta quinta-feira (30) a Polícia Militar foi acionada para isolar o local do acidente e equipes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) faziam o ordenamento do trânsito, que era lento no trecho.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.