Vida Urbana

Acusado de assassinar radialista Joacir Filho tem registro profissional cassado

O corretor de imóveis Roberto Correia teve a inscrição suspensa pelo Creci.




Radialista foi morto em restaurante em Campina Grande (Foto: Acervo pessoal)

Radialista foi morto em restaurante em Campina Grande (Foto: Acervo pessoal)

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis da Paraíba (Creci-PB) decidiu, nesta quinta-feira (19), cassar o registro profissional do corretor de imóveis Roberto Vicente Correia do Monte, acusado de matar o radialista Joacir Oliveira Filho, em maio deste ano num restaurante em Campina Grande.

O registro profissional do acusado já estava suspenso temporariamente desde junho, mas o processo foi novamente instaurado na legislação dos corretores, e julgado, através da Comissão de Ética e Fiscalização Profissional (Cefisp), que decidiu pelo cancelamento da inscrição de Roberto no Creci – PB.

De acordo com o presidente do órgão, Rômulo Soares, a decisão se deu pela grande repercussão popular acerca do caso. Para ele, o acusado responde pelos seus atos estando ou não exercendo a profissão, justificando, assim, o cancelamento do registro. A decisão também foi justificada pela gravidade do caso, que pôde ter prejudicado a imagem da categoria junto à sociedade. 

O Crime

O assassinato pelo qual Roberto Vicente responde como suspeito aconteceu em maio deste ano, em um restaurante no Centro de Campina Grande. A vítima era Joacir Oliveira Filho, um radialista conhecido pelo trabalho e pela trajetória de sua família no ramo da comunicação em Campina Grande. Na ocasião, ele chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu e morreu no local. 

Em julho, um policial reformado foi preso suspeito de envolvimento na morte de Joacir. Segundo inquérito instaurado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, o militar reformado estava como motorista do empresário Roberto Vicente Correia do Monte no dia do crime, que ainda de acordo com a polícia, teria sido motivado por uma discussão sobre um relógio


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.