Vida Urbana

Abastecimento de gás de cozinha na PB deve ser 100% normalizado nesta quinta-feira, diz sindicato

O produto estava em falta desde a quinta-feira (24), devido a greve dos caminhoneiros.




Após o fim da paralisação dos caminhoneiros, cerca de 20 mil botijões de gás chegaram na Paraíba nesta quinta-feira (31). Segundo o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás GLP (Sinregás-PB), Marcos Bezerra, o estoque deve ser normalizado até às 12h.

O desabastecimento do gás de cozinha na Paraíba começou na quinta-feira (24), durante o 4º dia de greve dos caminhoneiros, que reivindicavam a queda no preço do diesel. Caminhões ficaram parados no Porto de Cabedelo e nas rodovias do país. Na quarta-feira (30), com o tráfego liberado no Porto de Suape, localizado em Pernambuco, os caminhões foram liberados e puderam chegar na Paraíba com o carregamento.

Ainda de acordo com Marcos Bezerra, caso o consumidor identifique um revendedor que esteja rrepassando o produtor por um valor acima de R$ 70, deve denunciar o preço abusivo aos órgãos de defesa do consumidor.

Alimentos

Foto: Tiago Bernardino

Já os produtos que estavam em falta nos supermercados da Paraíba, o abastecimento também começou a chegar nesta quinta-feira (31). De acordo com o presidente da Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB), Damião Evangelista, a previsão é que a situação dos supermercados seja 100% normalizada na segunda-feira (4).

“A mercadoria começou a chegar hoje. Estava na Empasa [Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas] e lá já chegou cerca de 30% da cebola, cenoura e batatinha que costuma chegar em dias normais”, esclarece Damião.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.