Aniversário de João Pessoa

A violência chegou cedo demais

Segundo historiadores, índices de violência começaram a aumentar na capital paraibana ainda na década de 1980.




Segundo o Mapa da Violência 2014, João Pessoa é a 6ª no Estado em número de homicídios e a 61ª no país. É também a que apresentou a maior alta de homicídios de jovens. Os números assustam, sem dúvida, mas a história mostra que a violência urbana começou a se acentuar ainda na década de 1980. Prova disso é que o historiador José Octávio de Arruda Mello escreveu: “Terminado este ano – dentro de mais 48 horas – nenhum pessoense duvidará que sua cidade, em 1984, tornou-se acima de tudo violenta”.

Nesse período já se registravam assassinatos, roubos de carros, arrombamentos de residências e onda de assaltos a bancos e acidentes automobilísticos. Em outro trecho do livro, o historiador destacou: “Na verdade, acontecimentos dessa natureza fazem parte da vida urbana. No entanto, nunca tais fatos aconteceram com tanta frequência e facilidade na pequena capital das Acácias”.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.