Sem categoria

Casas e pontes desabam; trechos de rodovias na PB são interditados

Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Polícia Rodoviária Federal registram os prejuízos causados pelas dhuvas que caíram durante todo o fim de semana na Paraíba.



Walter Paparazzo
Walter Paparazzo
Parte de casa desabou no bairro de Mandacaru, na Capital

Karoline Zilah

A chuva não deu trégua neste fim de semana e causou prejuízos tanto para moradores de diversos municípios paraibanos quanto para quem precisa viajar. Nossa reportagem apurou algumas destas ocorrências em João Pessoa e Campina Grande e mapeou os pontos que estão interditados na rodovia BR-230, no caminho entre estas duas cidades.

Na Capital, o Corpo de Bombeiros retira escombros de uma casa que desabou na rua Caramuru, situada no bairro de Mandacaru. Conforme as primeiras informações, ninguém se feriu, mas grande parte dos equipamentos e móveis da residência foram destruídos.

Equipes da Defesa Civil municipal também trabalham de plantão atendendo a uma série de chamados feitos no início da manhã deste domingo (17). As principais queixas da população são os pontos de alagamento e os riscos de desabamento de casas.

De acordo com o coordenador do órgão, Rodrigo Marques de Andrade, quatro famílias tiveram que ser removidas de uma comunidade próximo ao posto da Operação Manzuá na PB-008, no Litoral Sul. Os moradores foram transferidos para uma escola municipal no bairro Treze de Maio que serviu de apoio às famílias atingidas por alagamentos na comunidade Riachinho, em janeiro deste ano.

A Defesa Civil também recebeu pedidos de socorro de uma família moradora do bairro do Grotão, onde uma casa teria desabado. O caso ainda está sendo verificado. A coordenação do órgão também está providenciando um levantamento do número de ocorrências registradas nos últimos dias.

Em Santa Rita, na região metropolitana, moradores pedem ajuda do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura para saírem de suas casas. Em algumas ruas, os únicos transportes disponíveis são lanchas e botes dos bombeiros.

A Ponte da Batalha e a ponte de Sobrado teriam desabado, deixando a população de Cruz do Espírito Santo e alguns bairros de Santa Rita ilhados.

Em Mata Redonda, o aumento do nível de um rio também inundou casas e atingiu um trecho da BR-101.

Campina Grande e região

Já em Campina Grande, além dos alagamentos em ruas por toda a cidade, o açude de Bodocongó transbordou e inundou a pista por onde passam carros, dificultando o acesso a alguns bairros. (Assista a um vídeo no fim da matéria)

Foto do internauta Luciano Silva (@lucianosilvaljs), do Bairro das Nações (CG)

Uma ponte também desabou no município de Esperança, próximo a Campina Grande. Por conta disso, os carros não conseguem atravessar este trecho da BR-104.

 

Foto: Maurício Melo/Paraíba1

Trechos interditados nas rodovias

Com a intensidade das chuvas, o trânsito ficou comprometido pela água que passa por alguns trechos da BR-230. A Polícia Rodoviária Federal precisou interditar os pontos mais críticos para evitar acidentes.

Entre João Pessoa e Campina Grande, o trecho interditado nos dois sentidos fica na altura do km 137, local conhecido com “Curva da Caridade”. A águas de um açude próximo está cobrindo a pista. Os veículos estão passando um a um, sob controle de agentes da PRF.

Já na “subida do Riachão”, além do deslizamento de barreira, há buracos na pista e desníveis no acostamento.

A PRF também identificou buracos entre Lagoa Seca e Lagoa de Roça, na rodovia BR-104, e sobre o viaduto de Oitizeiro em João Pessoa, que inclusive vem provocando danos em vários veículos.

De acordo com a assessoria de imprensa da PRF, os locais citados estão sinalizados. Os motoristas podem informar ocorrências ou pedir informações pelo telefone 191. A ligação é gratuita.

Abaixo, vídeo de internauta que flagrou o açude de Bodocongó, em Campina Grande, transbordando:


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.