São João Paraíba

Lígia abre salão e diz que evento faz parte do calendário do São João

Mais de 300 artesãos esperam vender cerca de R$ 1 milhão, em Campina Grande. 




Josusmar Barbosa
Josusmar Barbosa
Salão comercializa peças produzidas com materiais como algodão colorido, madeira, metal, osso, fios, pedras e produtos como cordel e xilogravura

A vice-governadora Lígia Feliciano disse que a 26ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba se consolidou no calendário do São João de Campina Grande e atrai turistas de todo o país. Ela
abriu na noite desse domingo (18) o evento no antigo prédio da Cavesa, na rua Miguel Couto, nas proximidades do Parque do Povo. A expectativa é que sejam vendidos R$ 1 milhão.

“O Salão valoriza os nossos artesãos e a nossa cultura, além de movimentar a nossa economia. São 333 artesãos de 80 municípios da Paraíba, mostrando o que temos de melhor com peças produzidas com materiais como algodão colorido, madeira, metal, osso, fios, pedras e produtos como cordel, xilogravura, além de shows musicais e comidas regionais. Este evento faz parte do calendário do São João de Campina Grande e vai atrair ainda mais turistas e campinenses por estar localizado próximo ao Parque do Povo”, ressaltou Lígia Feliciano.

O prédio foi cedido pelo senador Raimundo Lira (PMDB). Ele afirmou que é uma satisfação ver , em Campina Grande, a realização do maior e mais organizado Salão do Artesanato com a oferta diversidade de produtos para os consumidores. “Os artesãos da Paraíba estão muito felizes em contar um espaço privilegiado próximo ao Parque do Povo no centro da cidade. Tenho certeza que eles vão ter um resultado de venda extraordinário este ano em Campina Grande”, projetou Raimundo Lira.

Também participaram da solenidade o secretário do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Lindolfo Pires, deputado federal Damião Feliciano, deputados estaduais Ricardo Barbosa e Inácio Falcão, prefeitos da região, vereadores e outras autoridades.

O tema

O tema do Salão é “Das águas que renovam a esperança nasce o desenvolvimento”. A expectativa é que o evento, que ocorrerá até 2 de julho, receba um público de, no mínimo 50 mil visitantes, com vendas que devem chegar a R$ 1 milhão. A realização é do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde)/Programa do Artesanato da Paraíba (PAP).

Turistas

Na noite de abertura, dezenas de turistas visitaram o Salão de Artesanato. “Estou encantada com a qualidade das peças produzidas. Vou comprar algumas peças para presentar meus familiares no Estado de Sergipe”, afirmou Maria José Gomes, que mora em Aracaju e está passando o São João em Campina Grande.

Serviço

26ª edição do Salão do Artesanato da Paraíba
Período: de 18 de junho a 2 de julho
Abertura:18/6, às 19 h
Horário de visitação: das 14 h às 21 h
Entrada: Gratuita
Endereço: Rua Miguel Couto, 227 – próximo ao Parque do Povo