São João Paraíba


Histórias do Casamento Coletivo de CG: 'Não consegui escapar' e grávida 'premiada'

Cerimônia aconteceu na manhã desta segunda (12) no Parque do Povo.




Cento e vinte casais oficializaram a união durante o casamento coletivo do São João de Campina Grande, na Pirâmide do Parque do Povo, na manhã desta segunda-feira (12). Entre eles tinha casal junto há 18 anos, noivo dizendo que "não conseguiu escapar" e até grávida de oito meses. Confira algumas histórias do casais que oficializaram a união no Casamento Coletivo em Campina Grande.

Juntos há 18 anos e sem casar

O casal Amanda Almeida e Cristiano Barbosa, junto há 18 anos ainda não era casado. "Todo ano ele fala porque a gente não casava, eu não queria, ficava relutante", revelou Amanda. "Esse ano eu estou trabalhando na organização e me animei. Fizemos a inscrição e fiquei bem animada", disse. Segundo Cristiano, é um momento de muita felicidade. "São 18 anos juntos. E estamos felizes juntos graças a Deus", resumiu.

'Não consegui escapar', disse noivo

Taciana Costa e Alan Veras estão juntos há quase 6 anos e também escolheram o evento para oficializar a união. Mas o noivo fez algumas revelações sobre o porquê de casar no Casamento Coletivo do São João de Campina Grande. "Já tinha enrolado muito ela. E ela me cobrava muito, sempre me cobrando. Esse ano não consegui escapar", disse Alan em tom bem humorado. Para ficar mais linda durante um dos grandes momentos de sua vida, Taciana ficou uma hora e meia se maquiando e arrumando o cabelo. "Eu já fui com tudo em mente, maquiagem e penteado. Demorei cerca de uma hora ou uma hora e meia", revelou. Já sobre o momento do casamento, Taciana disse que estava "feliz demais, se sentindo realizada", e finalizou a entrevista com um beijo no amado.

Grávida de oito meses e 'premiada'

Também teve grávida no casamento coletivo. Jaqueline Nunes, grávida de oito meses, oficializou a união de forma 'premiada', segundo ela mesmo. "Feliz demais, porque estou casando premiada hoje. Um presente", disse. "Estou feliz com certeza. Estou feliz pelos dois [o casamento e o filho], uma felicidade enorme", afirmou o, agora marido, Carlos Alexandre.

Casamento Coletivo no São João de Campina Grande

Durante os casamentos, a juíza Ivna Mozart, responsável por conduzir cerimônia, da 3ª Vara Cível, lembrou que "o domicílio conjungal é onde se passa os bons momentos, onde se encontra o ninho de amor, onde se encontra todo calor quando se precisa de alento" e deu conselhos que, se seguidos, podem evitar "muito moído". "A vida é como quadrilha sem marcadaor, em que o casal tem que acertar o passo, às vezes tem alavantu, às vezes anarriê", lembrou.

Além da cerimônia oficial, a festa teve todos os detalhes tradicionais, como a entrada solene no local, o beijo e o brinde entre os recém casados, os buquês, que foram jogados para as convidadas, como em toda festa de casamento. A música ficou por conta da Orquestra Filarmônica Epitácio Pessoa, junto com o Três do Nordeste, que transformou o local em um tradicional 'arraiá' com muito forró para celebrar os recém casados.