São João Paraíba


Número de vítimas com queimaduras chega a mais de 40

Para prevenir esse tipo de acidente, Trauma lança campanha e dá dicas.   




Leonardo Silva
Leonardo Silva
Unidade de Queimados funciona durante 24 horas

Nesse mês de junho, período das festas juninas, os riscos de acidentes com fogos de artifício aumentam de maneira considerável. É preciso ter cuidado, especialmente com as crianças, além de seguir as recomendações das embalagens de fogos. Para prevenir esse tipo de acidente, o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, lançou nesta segunda-feira (5), por meio do setor de Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), o lançamento da 14ª Campanha de Prevenção às Queimaduras que terá como slogan “Quem brinca com fogo pode se queimar”. 

Segundo informações do Hospital de Trauma, a Unidade de Queimados do Trauma atendeu em junho do ano passado 42 pessoas com ferimentos causados por fogos e fogueiras, sendo 13 crianças na faixa etária de 0 a 14 anos. 
 
O Hospital de Emergência e Trauma é o único em Campina Grande que possui uma Unidade de Queimados com atendimento ambulatorial e hospitalar durante 24 horas atendendo à população do compartimento da Borborema. No setor para esse atendimento especializado, a instituição conta com uma equipe de seis cirurgiões plásticos, sete enfermeiros, sete técnicos de enfermagem, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e fisioterapeutas. O telefone do hospital é o 3310-5850 – Ramal 5906.
 
Dicas
A coordenação da campanha orienta os pais a tomarem alguns cuidados para evitar que a festa termine em tragédia. Em caso de queimaduras, os pais devem evitar utilizar medicamentos sem consulta médica e, constatado o problema, o ideal é procurar imediatamente o Hospital de Trauma.
Segundo os médicos, não deve ser aplicado creme dental, café, açúcar, vinagre ou outro produto similar, pois isso agrava o ferimento.