Política

Vereador que postou vídeo se masturbando é alvo de dois pedidos de cassação

Presidente da Câmara vê falta de decoro parlamentar de Sebastião da Costa.




Vereador Sebastião da Costa publicou em rede social vídeo se masturbando em escola pública

Dois pedidos de cassação do mandato do vereador de Montadas, no Agreste da Paraíba, Sebastião da Costa Silva (PSB), mais conhecido como Basto de Militão, foram protocolados junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal.

O vereador Yuri Veríssimo (PSDB) e o suplente Michel Platini (PSB) alegam, nos pedidos, que Basto quebrou o decoro parlamentar ao fazer uma postagem pública no seu perfil do Facebook se masturbando em uma sala da escola estadual Maria José de Sousa. O vídeo teve duração de cerca de 30 segundos e viralizou em outras redes sociais depois da publicação, mesmo depois do vereador ter apagado a postagem.

O presidente da Câmara, Cássio Avelino, disse que vai determinar a criação de uma Comissão Processante para analisar os pedidos de cassação, ressaltando que o acusado terá amplo direito de defesa. “A atitude do vereador foi quebra de decoro parlamentar. Além de manchar a imagem da Câmara Municipal, ele provocou uma revolta na população e dos pais dos alunos da Escola Maria José de Sousa”, explicou Avelino.

A Polícia Civil, em Montadas, informou que ainda não foi noticiada oficialmente do caso e por isso ainda não instaurou inquérito.

Reconhece falha

O vereador Sebastião da Costa disse que não acredita que seja cassado pela Câmara. Ele não sabe como o vídeo foi postado e acredita que tenha ocorrido um toque indevido no “touch screen” da tela do aparelho celular dele, onde a rede social fica logada.

Basto acrescentou que não teve a intenção de prejudicar qualquer pessoa nem enviou para ninguém. “ O vídeo foi gravado em uma sala fechada, onde não tinha presença de ninguém, além de mim. Eu reconheço a falha (por ter feito o vídeo na escola), mas todo mundo que se colocar no lugar vai entender. Agora eu estou sendo vítima das pessoas que estão espalhando esse vídeo”, disse Basto.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.