Política

Vereador Ivanes Lacerda vence eleição para prefeito interino de Patos

Eleição foi convocada após renúncia do vereador Sales Junior do cargo.




Ivanes de Lacerda Ramalho vai comandar a Prefeitura de Patos até 2020. Foto: Epitácio Germano

Por maioria, o vereador Ivanes de Lacerda Ramalho (MDB) foi eleito presidente da Câmara Municipal de Patos, no Sertão da Paraíba, e, por lei, vai assumir interinamente a prefeitura do município até o fim de 2020. A eleição foi definida na noite desta sexta-feira (23) durante conturbada sessão convocada pela vice-presidente da Casa, vereadora Tide Eduardo (MDB), após a renúncia do prefeito interino de Patos, Francisco Sales Júnior (PRB).

Aniversariando nesta sexta-feira, Ivanes Lacerda tomou posse imediatamente a eleição. Ivanes disse que a eleição foi um presente, pois administrar a cidade de Patos era um sonho que ele nutria há muito tempo. “Espero contar com o apoio dos meus colegas de casa, porque o desafio será muito grande e ninguém alcança nada sozinho”, disse, em seu discurso.

Ao todo quatro dos 17 parlamentares da Casa protocolaram a inscrição para participar da disputa. Além da própria Tide Eduardo (MDB), fizeram inscrição para a disputa os vereadores Ivanes Ramalho, Edjane Barbosa (PRTB) e Capitão Hugo (Podemos).

Antes de iniciar o processo de votação, no entanto, a vereadora Edjane Barbosa retirou a sua candidatura e anunciou que o grupo de seis parlamentares, da qual faz parte também o ex-prefeito interino Sales Junior, iriam votar fechado em Ivanes. Ela estava na Secretaria de Desenvolvimento Social na gestão de Sales.

A vereadora Tide Eduardo também acabou retirando a candidatura e votando em Ivanes. Apenas a vereadora Lucinha se absteve e o Capitão Hugo votou nele mesmo.

Entenda

A eleição para presidente da Câmara com status de novo prefeito de Patos foi convocada pela vice-presidente da Casa após a renúncia de Sales Junior do comando do município. Ele optou por retornar ao parlamento após apenas quatro meses à frente do Executivo, alegando dificuldades para administrar a cidade. Em carta renúncia, apresentada à Câmara, na tarde da última terça-feira (20), Sales disse que os problemas financeiros do município fugiram do seu controle.

Sales Junior assumiu a titularidade do mandato após renúncia do então prefeito interino Bonifácio Rocha, em abril deste ano. Vice-prefeito de Patos, Bonifácio Rocha assumiu o comando da cidade após o afastamento do prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB) da prefeitura, por decisão da Justiça, em desdobramento à ‘Operação Cidade Luz’.

Bonifácio Rocha também pediu afastamento devido a problemas financeiros. Ao entregar o cargo, ele afirmou encontrou um ‘rombo” financeiro na Prefeitura da ordem de R$ 50 milhões e baixou um pacote de medidas de cortes de gastos, a exemplo da demissão de comissionados e prestadores, além de reduzir despesas com energia, água, telefone e combustível. Apesar das medidas, não conseguiu equilibrar as finanças do município.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.