Política

'Vamos mostrar nossa inocência na Justiça', afirma Luiz Antônio após cassação em Bayeux

Vice-prefeito perdeu o mandato em uma votação por 12 a 5.




Cassado por 12 a votos a 5 pela Câmara Municipal de Bayeux, o agora ex-vice-prefeito Luiz Antônio (PSDB) prometeu recorrer à Justiça para tentar reassumir o cargo. Em nota publicada nas redes sociais, o tucano não faz menção ao vídeo que gerou o processo, mas diz que é inocente e vai comprovar isso.

Luiz Antônio foi acusado de quebra de decoro, por supostamente ter cobrado propina de um empresário para divulgar um escândalo contra o prefeito Berg Lima (sem partido), que também está afastado do cargo, em uma conversa que foi gravada.

“ Buscaremos incansavelmente a nossa inocência junto à Justiça”, afirmou Luiz Antônio. O vice-prefeito cassado também agradeceu os vereadores que votaram a favor dele na Câmara. “A imparcialidade dos 5 votos a nosso favor com suas argumentações é a demonstração que existe bons políticos em nosso município que tem real compromisso com nosso povo”, disse o tucano.


No restante da nota, Luiz Antônio cita ações que a prefeitura desenvolveu durante a sua gestão,que começou em julho de 2017,após o afastamento de Berg Lima. Ele não diz uma palavra sobre o vídeo em que ele conversa com Ramon Accioli. As imagens também geraram um processo do Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra Luiz, que ocasionou o afastamento dele do cargo de prefeito interino.

>>Veja como os vereadores votaram no processo de cassação

Durante a votação na noite de quarta-feira (4), o advogado do vice-prefeito, Fabio Andrade, contestou o vídeo que gerou o processo de cassação. Segundo ele, as imagens foram editadas para passar uma impressão diferente do que realmente aconteceu. Ele ainda argumentou que Luiz Antônio não poderia ser julgado com base no decreto-lei 201/1967, que estabelece as regras de investigação contra o chefe do executivo municipal , pois não era prefeito no dia da gravação do vídeo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.