Política

TRE arquiva inquérito contra André Gadelha

Prefeito de Sousa era acusado de realizar transporte irregular de eleitores em 2004.




O juiz Eduardo José de Carvalho Soares, do Tribunal Regional Eleitoral, determinou o arquivamento de um inquérito policial contra o atual prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB). O caso envolve as eleições de 2004, quando André disputou a prefeitura local como candidato a vice na chapa de Salomão Gadelha.

"Trata-se de inquérito policial instaurado para apurar a prática, em tese, de crime de transporte irregular de eleitores atribuída aos senhores Salomão Benevides Gadelha e André Avelino de Paiva Gadelha Neto, na medida em que estes teriam utilizado veículo (Ford Ranger XL, placa MNC 9197/PB) não autorizado pela Justiça Eleitoral, para transportar eleitores no dia do pleito municipal de Sousa, no ano de 2004", relata o juiz em seu despacho publicado nesta segunda-feira (29) no diário eletrônico do TRE-PB.

Ao apreciar o caso, a Procuradoria Regional Eleitoral entendeu que não estava configurado o ilícito penal, já que no curso da investigação não restou evidências de que a conduta dos investigados teria sido acompanhada do dolo específico de obtenção de vantagem eleitoral (votos) em seu favor, opinando pelo arquivamento do inquérito, no que foi acompanhado pelo juiz Eduardo José de Carvalho.

"Da análise dos autos, tem-se que as testemunhas ouvidas pela autoridade competente não esclareceram, de forma indubitável, a ocorrência do crime eleitoral imputado a Salomão Benevides Gadelha e André Avelino de Paiva Gadelha Neto", destacou o magistrado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.