Política

Romero discute com Bolsonaro dívida de R$ 100 milhões da prefeitura de Campina Grande

Dívida com União tem cerca de de 40 anos; duplicação de BRs também entrou na pauta.




Prefeito Romero Rodrigues e o vereador Sargento Neto se reuniram com presidente Jair Bolsonaro, em Brasília

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, foi recebido no final da tarde desta quarta-feira (13) pelo presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Durante a audiência, que durou em torno de 40 minutos, Romero pediu apoio do presidente em relação ao equacionamento de uma dívida de 40 anos de cerca de R$ 100 milhões do Município com a União. A pauta vem sendo tratada desde o final do Governo Temer, no âmbito da Advocacia Geral da União (AGU) e da Secretaria do Tesouro Nacional.

Durante a reunião, Romero Rodrigues, que esteve acompanhado pelo vereador Sargento Neto (PRTB), que pediu a criação de uma Escola Militar em Campina Grande.

Ainda na audiência concedida do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro recebeu o convite do prefeito de Campina Grande para participar da inauguração do Conjunto Habitacional Aluízio Campos, que está em fase de conclusão. Bolsonaro prometeu combinar uma agenda com Romero.

Duplicações de rodovias federais

Outro ponto discutido foi o pleito do prefeito por apoio a dois projetos estruturantes para Campina Grande e o Estado da Paraíba: as duplicações das rodovias federais BR-230 (no trecho de Campina ao Sertão) e BR-104, envolvendo o município de Esperança, no Brejo paraibano, até Caruaru, em Pernambuco.

O presidente Bolsonaro assegurou solidariedade aos pleitos e recomendou ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, atenção esepcial à pauta. Freitas agendou reunião com Romero para esta quinta-feira (14), às 9h.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.