Política

Ricardo Coutinho anuncia que permanece no governo

“Minha melhor movimentação é permanecer no governo”, disse durante coletiva.




Anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira, último dia útil de desincompatibilização

Anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira, último dia útil de desincompatibilização (Foto: Angélica Nunes)

O governador Ricardo Coutinho (PSB) permanece no cargo e não vai disputar nenhum cargo nas eleições deste ano. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (6). “Minha melhor movimentação é permanecer no governo”, disse. 

Na quinta-feira (5), Ricardo participou do evento realizado pelo partido para marcar a pré-candidatura de João Azevedo ao governo do Estado, sem a presença da vice-governadora, Lígia Feliciano (PDT). Ela seria a principal beneficiada com a saída de Ricardo do cargo, já que assumiria a gestão estadual.

Durante o anúncio desta sexta-feira, Ricardo Coutinho disse que “teria que ter a confirmação de que o projeto [do governo] seria inatacável”, fazendo referência a insegurança em entregar a máquina do estado para a vice-governadora. “Fico feliz, realizado, sabendo o que a história me cobra: ter a responsabilidade com a Paraíba. Não haveria cangapé dentro do governo, não admitiria nenhum tipo de comportamento que não representasse o projeto que eu apenas represento”, reiterou durante o discurso.

O governador disse também que, no lugar de uma carta renúncia, decidiu apresentar um calendário de inaugurações, que deve contemplar 220 obras, entre elas a etapa 1 do canal Acauã-Araçagi, uma das principais obras hídricas que pretende entregar até o fim do ano.

Sobre a demora para anunciar o seu posicionamento, que acontece no penúltimo dia do prazo de desincompatibilização para concorrer nas eleições deste ano, Ricardo explicou que teve que ouvir muito e pensar muito a respeito. “Essa não é uma decisão fácil”, justificou.

Motivações para decisão

 

Durante a entrevista, Ricardo destacou as motivações para a decisão. “Sempre optei em fazer a luta na planície e ao mesmo tempo sei o valor da lealdade. Tenho que levar em conta toda uma caminhada de companheiros”, disse. Ele avaliou também que “quando você tem determinadas posições, é preciso respeitar e não achar que as pessoas são tragadas pelo desejo pessoal”.

 

Reposta de Lígia

 

Logo após a coletiva, a vice-governadora Lígia Feliciano publicou uma nota em seu perfil no Facebook no qual declara “apoio irrestrito” ao governador Ricardo Coutinho. “Fui uma das que defendeu a permanência do Governador Ricardo Coutinho na função até o último dia de mandato, inclusive publicamente, por entender que essa atitude era a única que representava uma postura de coerência e respeito com a população da Paraíba. Seu gesto conta com o meu mais irrestrito apoio. Viva o trabalho!”, diz na nota.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.