Política

Ricardo afirma que oposição faz ‘terrorismo burro’ sobre segurança

Ele acusa adversários de tentar manipular a PM e fala em redução de homicídios.  



Divulgação/Secom
Divulgação/Secom
Ricardo abriu ano letivo de 2017 na Escola Anésio Leão, na Palmeira

O governador Ricardo Coutinho disse, nesta sexta-feira (10), em Campina Grande, que a oposição está espalhando terrorismo e pânico à população ao denunciar que a Paraíba vive um clima de insegurança e a Polícia Militar tem baixo salário.

“(A oposição) Faz um terrorismo burro, sem capacidade de mostrar para as pessoas o que está errado. Nós somos o único estado do Brasil que durante os últimos cinco anos reduziu os homicídios. Nós chegamos a uma taxa de redução de homicídios menor do que a de 2009. É uma curva positiva que o estado está fazendo”, frisou o socialista, durante entrevista na Escola Estadual Anésio Leão, na Palmeira, onde abriu o ano letivo de 2017 na cidade.

Para Ricardo, a oposição quer manipular e usar a PM como massa de manobra. “Aqueles que fazem oposição acham que podem tocar fogo nas coisas, acham que podem manipular a Polícia Militar, que vem fazendo um trabalho excepcional. Acham que podem tocar pânico e terror
na sociedade. É um desserviço à democracia”, frisou o governador, acrecentando que, no passado, um policial militar andava com um revólver calibre 38 com duas balas, diferente de hoje que tem pistola, colete, viaturas novas e melhores salários.

Reformas e kits

Além de abrir o ano letivo, o governador também entregou kits estudantis, mochila, fardamento, agenda do aluno, kits do projeto Mente Inovadora e ônibus escolares; e assinou o edital do programa Gira Mundo edição 2017, que terá 100 vagas e um investimento de R$ 5 milhões. Auxiliares do Governo, deputados , a exemplo de Damião Feliciano (PDT), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Doda de Tião (PTB) e Inácio Falcão (PTdoB), participaram do evento.

Foram entregues as obras de reforma e ampliação das Escolas Estaduais Professor Anésio Leão, Virginius da Gama e Melo, Carlos Drummond de Andrade, da Escola de Aplicação e reforma da Escola Estadual Elpídio de Almeida (Prata), totalizando investimentos de R$ 4,7 milhões.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.