Política

Queda do FPM provoca cancelamento em festas juninas na PB

Além de Patos, Sobrado também cancelou festa; Sapé estuda possibilidade.




Festas tradicionais estão em cheque por conta do orçamento (Foto: Divulgação)

Festas tradicionais estão em cheque por conta do orçamento (Foto: Divulgação)

A expectativa de queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para o próximo mês deve refletir diretamente nas festas juninas realizadas pelos municípios paraibanos este ano. Pelo menos duas prefeituras do Estado, Patos e Sobrado, já cancelaram a realização de eventos e em Sapé a tendência é de que os festejos juninos também não sejam realizados.

De acordo com informações da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), a previsão é de que os repasses de FPM de junho sofram uma redução superior a R$ 30 milhões para as cidades paraibanas. O presidente da entidade e prefeito de Sobrado, George Coelho, conta que os cortes nos repasses podem chegar a 23% no acumulado dos seis primeiros meses deste ano, em comparação com 2018.

Prefeituras da Paraíba gastam mais de R$ 8 milhões com festas e Famup faz alerta

Prefeituras refazem contas

Para tentar driblar a crise, a Famup recomendou a realização de parcerias com a iniciativa privada. “A gente tem muitas prefeituras enfrentando dificuldades financeiras e nós temos orientado no sentido de termos cautela. Na minha cidade, Sobrado, já definimos que não iremos realizar o SobraForró, no mês de julho. Vamos priorizar outras áreas essenciais para a população”, enfatizou George Coelho.

Já em Sapé, a Secretaria de Administração do município informou que a tendência é de não realizar as festas juninas. Ano passado as festividades já tinham sido suspensas. “A última edição realizada teve um investimento de R$ 300 mil. Ainda não está totalmente definido, mas a intenção hoje é de não realizarmos”, comentou a secretária de administração da cidade, Maria das Graças Feliciano.

Patos cortou festa

No início deste mês a prefeitura de Patos, no Sertão do Estado, anunciou o cancelamento dos shows no Terreiro do Forró este ano. Alegando a falta de recursos, o prefeito da cidade Sales Júnior disse que vai investir os recursos que seriam destinados à realização da festa em ações de saúde e educação. O São João de Patos estava previsto para acontecer entre os dias 13 e 23 de junho, com um orçamento de aproximadamente R$ 3 milhões.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.