Política

Quatro candidatos disputam a prefeitura de Cabedelo nas eleições deste domingo

Quase 47 mil eleitores do município devem ir às urnas para escolher novo gestor.




Eleições suplementares em Cabedelo deve levar quase 47 mil eleitores às urnas. Foto: Divulgação

Os 46.699 eleitores de Cabedelo devem ir às urnas neste domingo (17) para eleger o novo prefeito e vice-prefeito do município, localizado na Região Metropolitana de João Pessoa. O pleito será realizado das 8h às 17h. A eleição suplementar em Cabedelo foi convocada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) após a renúncia do ex-prefeito Leto Viana, preso em decorrência da Operação Xeque-mate.

Ao todo quatro chapas foram registradas para a disputa ao comando da cidade, que tem o xx maior PIB da Paraíba, segundo dados do IBGE. Além do prefeito interino Vitor Hugo Castelliano (PRB), que tem Aguinaldo Silva como vice na coligação ‘A Força do Trabalho’, também concorrem ao cargo Eneida Régis (PSD), com o vereador Janderson Brito (PSB) como vice na coligação ‘A Voz do Povo’; o vereador José Eudes (PTB), com Paulo Nogueira (Podemos) na vice com a coligação ‘Tempo de Mudança’; e Marcos Patrício (Psol) na cabeça de chapa com Françualdo Alves (PCdoB) compondo como vice com a coligação ‘Por Respeito a Cabedelo’. (Confira abaixo o perfil dos candidatos)

Estrutura

A cidade de Cabedelo faz parte da 57ª Zona Eleitoral, conduzida pelo juiz Salvador de Oliveira Vasconcelos. A zona possui 32 locais de votação, onde estão instaladas 38 seções. Para o pleito, a Justiça Eleitoral disponibilizou 138 urnas eletrônicas, mais 21 urnas de contingência, totalizando 159 urnas. Foram convocados 552 mesários e 32 Técnicos para apoio logístico na votação.

Novas Eleições

As novas eleições para a prefeitura de Cabedelo foram determinadas pela Justiça Eleitoral após a renúncia do ex-prefeito Leto Viana em outubro do ano passado. Ele está preso desde o dia 3 de abril em decorrência da Operação Xeque-Mate, desencadeada pelo Ministério Público do Estado da Paraíba e Polícia Federal para desbaratar um esquema de corrupção na prefeitura e na Câmara de Cabedelo. Ele está preso, desde então, na carceragem do 5° Batalhão da Polícia Militar.

 

Perfil dos Candidatos:

 

Eneida Régis (PSD)

Nascida e criada em Cabedelo, tem 70 anos de idade. É formada em assistência social e atuou 23 anos como atendente no posto de saúde da cidade. Foi secretária de assistência social por 12 anos. foi candidata a prefeita em 2016, obtendo 14 mil votos. Eneida é casada com o também ex-prefeito José Francisco Régis.

 

Marcos Patrício (Psol)

Márcio Patrício reside em Cabedelo há 43 anos, é auditor do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), formado em administração com especialização em controladoria do setor público ambos pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele atuou nos movimentos sociais culturais e em defesa da cidadania. Foi candidato a prefeito em 2008 e 2016. Foi também o autor do pedido de impeachment que resultou na renúncia do ex prefeito Leto Viana e em nova eleição suplementar.

 

José Eudes (PTB)

José Eudes é natural de Mamanguape. É militar reformado do corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, vereador de dois mandatos na cidade. Ele foi candidato a vereador pela primeira em 2012 e foi reeleito em 2016. É candidato a prefeito pela primeira vez.

 

Vitor Hugo (PRB)

Atual prefeito interino da cidade, Vitor Hugo assumiu a Prefeitura porque o ex-prefeito Leto Viana foi preso na Operação Xeque-mate. O vice-prefeito, Flávio Oliveira (PRP), foi afastado e depois faleceu. Por ser presidente da Câmara, ele acabou sendo empossado prefeito de Cabedelo. Ele é o candidato do PRP à Prefeitura para se manter no comando da cidade.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.