Política

PP confirma apoio a Lucélio e emplaca Daniella na segunda vaga ao Senado

Apesar da possível disputa pelos votos de CG, Cássio pregou unidade.




Daniela Ribeiro PP candidata senado (Foto: Valéria Sinésio)

Daniela Ribeiro PP candidata senado (Foto: Valéria Sinésio)

Após ensaiar alianças com pelo menos três pré-candidaturas ao governo da Paraíba, o PP decidiu nesta sexta-feira (3) aderir à chapa encabeçada por Lucélio Cartaxo (PV). Com a definição, o partido conseguiu emplacar o nome da deputada Daniella Ribeiro (PP) como candidata ao Senado. Ela vai disputar ao lado do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), com quem concorre em base eleitoral, em Campina Grande.

Apesar de uma possível disputa interna, sobretudo pelos votos dos campinenses, Cássio Cunha Lima disse que não haverá disputa, mas união.

O mesmo discurso de unidade pregou o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), um dos articuladores políticos da campanha da irmã. Ele elevou o tom do discurso durante coletiva à imprensa promovida para selar a aliança, realizada hoje em um hotel da orla de Tambaú, em João Pessoa. “A partir do momento em que se forma esta chapa nós vamos ter muita gente pregando a divisão. Mas a partir deste instante nós estamos mais ligados do que nunca”, assegurou.

Maísa disputada

Ainda como parte das articulações para atrair o PP ao grupo, chegou-se a cogitar incluir a primeira dama de João Pessoa, Maísa Cartaxo, como suplente de Daniella Ribeiro, mas a definição foi descartada nesta sexta pela esposa de Luciano Cartaxo. “Vou estar como sempre estive: militante, apoiando as candidaturas de Cássio Cunha Lima e Daniella”, disse.

Um dos entraves para barrar a composição de Maísa com Daniella seria o senador Cássio Cunha Lima, que teria ficado preocupado com um possível apoio maior dos apoiadores da campanha de Lucélio de João Pessoa à candidatura de Daniella Ribeiro, em detrimento da sua.

O nome da primeira dama também já havia sido cotado para suplente de Cássio. O tucano, no entanto, disse que ainda vai conversar com o seu atual suplente, Deca do Atacadão, sobre uma eventual liberação do espaço. O vice-prefeito da capital, Manoel Junior (PSC), também é apontado como um possível suplente para a chapa de Cássio Cunha Lima, que afirmou não ter nada definido.

Paquera com outros partidos

Além da chapa de Lucélio Cartaxo, o PP de Daniella Ribeiro chegou a “paquerar” com o PSB do governador Ricardo Coutinho (PSB). O partido deve anunciar em convenção, neste sábado (4) o nome do ex-secretário de recursos hídricos, João Azevêdo (PSB) para a disputa ao governo. Na chapa do socialista, o PSB elegeu para o senado os nomes dos deputados Veneziano (PSB) e Luiz Couto (PT).

Com a decisão de disputar o Senado, Daniella Ribeiro chegou a cogitar também uma aliança com o MDB do senador José Maranhão. O emedebista deve confirmar sua candidatura ao governo na convenção do partido que será realizada no próximo domingo (5), no Esporte Clube Cabo Branco.

Integrante do arco de oposições, qua assegurou as reeleições do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), e de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), nas Eleições 2016, o PP acabou preferindo se manter na aliança de oposição ao governador Ricardo Coutinho.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.