Política

PMDB encabeça os indeferimentos

Dados do TSE revelam que dos 45 candidatos com registro indeferidos, nove são do PMDB. O PSDB está em segundo lugar.




O PMDB foi o partido que mais teve candidatos ao cargo de prefeito barrados na Paraíba pela Justiça Eleitoral. Os números do sistema DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelam que dos 45 candidatos com registros indeferidos, nove são do PMDB. O PSDB vem na segunda colocação, com sete candidatos. O PSD é o terceiro, com quatro candidaturas.

Os candidatos com registros indeferidos terão de recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral para poderem ficar aptos a disputar as eleições de outubro. Até o julgamento dos recursos, eles poderão efetuar normalmente todos os atos relativos à campanha, inclusive utilizar o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão. Podem até ter seu nome mantido na urna eletrônica enquanto estiverem sub judice, ficando a validade dos votos que venham a receber nas urnas condicionada ao deferimento do registro por instância superior.

Muitos dos candidatos foram barrados com base na Lei da Ficha Limpa, que pela primeira vez está sendo aplicada numa eleição.

Em 2010, a lei chegou a barrar várias candidaturas, mas depois o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que ela só valeria para as eleições de 2012.

No pleito deste ano, o PMDB aparece como o partido que apresentou o maior número de prefeitos disputando a reeleição na Paraíba. O partido conta com 23 gestores buscando um segundo mandato. Em seguida vem o PSDB (21 prefeitos), o DEM (11 candidatos), o PTB (8), e o PT e o PSD têm três prefeitos, cada um, tentando a reeleição.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.