Política

PMDB deve formar comissão

Maranhão sugeriu formação de comissão provisória com os nomes dos candidatos à presidência do partido na capital.




O PMDB de João Pessoa continua sem comando e sem perspectiva de que essa celeuma seja resolvida. O tesoureiro do diretório estadual do partido, Antônio Souza, disse que o presidente estadual da legenda, José Maranhão, recomendou a formação de uma comissão provisória por aqueles que colocaram o nome à disposição para disputar a presidência na capital. “Maranhão colocou para os interessados que eles arrumassem uma solução conciliatória e que formassem uma comissão provisória que funcionaria como um mini-diretório”, disse.

De acordo com Souza, apresentaram-se como candidatos os deputados federais Wilson Filho e Manoel Junior, o deputado estadual Gervásio Maia e os vereadores Fernando Milanez e João Almeida. “Não houve qualquer definição até agora. Enquanto isso o partido segue sem direção”, admitiu.

Milanez disse que lamenta profundamente a situação do PMDB e que o partido precisa de uma solução: “O partido está sem funcionalidade nenhuma desde dezembro, não tem uma pessoa que possa assinar um cheque. Acho que extrapolamos todos os limites e essa história precisa de um desfecho”. Segundo Milanez, o vice-presidente da República, Michel Temer, durante a convenção nacional, cobrou uma solução. “Eu ouvi dele que essa situação tinha que ser definida porque não havia uma justificativa e já estava pegando mal", afirmou.

“Eu não sou empecilho pra nada, só quero ver o meu partido avançar porque tivemos muitos erros na última eleição e foi uma vergonha. Deputado Manoel Junior me disse que Maranhão tinha acertado com ele. E se for assim, tudo bem, desde que a questão seja resolvida”, disse Milanez.

Gervásio Maia, que também é candidato, disse que aguarda a convocação de uma reunião que deve ser marcada pela Executiva estadual. “O que eu sei é que ficaram de marcar uma reunião para se chegar a um consenso, mas que ainda não aconteceu. Estou aguardando”, informou, acrescentando que respeita a decisão da maioria.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.