Política

Paraíba recebe R$ 76 milhões do governo federal em um mês

Recursos foram repassados entre 18 de outubro e 17 de novembro  para obras nas áreas da saúde e infraestrutura nos municípios. 




Entre 18 de outubro e 17 de novembro deste ano, a Paraíba recebeu mais de R$ 76,1 milhões em recursos federais que foram liberados através de convênios firmados com vários ministérios. Um dos entes beneficiados foi a Secretaria de Saúde de João Pessoa, que recebeu R$ 335 mil, do Ministério da Saúde (MS), para construção da Casa da Gestante, Bebê e Puérpera no Instituto Cândida Vargas.

Ao apresentar a proposta ao MS, a Prefeitura Municipal de João Pessoa justificou que a implantação ao lado da maternidade seria fundamental, levando em consideração elevado número de mulheres oriundas de outros municípios que recebem atendimento no instituto. O montante foi liberado pelo governo federal no dia 6 deste mês, e o convênio vence no mês de abril de 2015.

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde informou que o processo licitatório será conduzido pela Secretaria de Planejamento do município e já consta na agenda de licitações da pasta. A previsão é que as obras sejam iniciadas somente no próximo ano.

Desde 2011 o Ministério do Turismo já repassou R$ 975 mil à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico para construção de praças em municípios paraibanos. Para cada unidade o ministério liberou R$ 243.750. Conforme o Portal de Transparência do governo federal, as praças seriam construídas nos municípios de Queimadas, Bayeux, Santa Rita e Campina Grande. Apesar dos recursos terem sido liberados desde junho do ano passado, segundo o Portal de Transparência do governo federal, o governo do Estado ainda não iniciou as obras.

As praças a serem construídas em Queimadas, Bayeux e Campina Grande foram indicadas pelo deputado federal Damião Feliciano (PDT), por emenda parlamentar. Em Queimadas, a Secretaria de Turismo justificou que a praça seria construída na rua Cônego Oscar Cavalcante.

Em Campina Grande, a secretaria não informou especificamente onde a praça seria erguida, explicando apenas que a área é próxima a uma das maiores feiras do município, na avenida Floriano Peixoto, entre a catedral Diocesana Nossa Senhora da Conceição e o Teatro Municipal Severino Cabral.

Em Bayeux, a secretaria justifica que a construção da praça vai valorizar o local, já que os turistas terão mais acesso aos atrativos turísticos da cidade. O contrato assegura que a praça será construída na rua São Vicente. Já em Santa Rita, a praça será construída na Avenida João Pessoa, no bairro de Tibiri.

Conforme o Portal de Transparência do governo federal, a última parcela do convênio foi liberada no mês de junho do ano passado.

O titular da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan), João Azevedo, informou que o governo do Estado ainda vai iniciar o processo licitatório para contratação da empresa que irá executar as obras, mas que a intenção é iniciá-las ainda neste ano.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.