Política

Novas ações de hackers clonam celulares dos deputados Felipe Leitão e Júnior Araújo

Do ano passado até agora, dez deputados já foram vítimas do crime.




Os deputados estaduais paraibanos Júnior Araújo (Avante) e Felipe Leitão (Democratas) tiveram os celulares clonados nesta quarta (8) e quinta-feira (9), respectivamente. Estes são os primeiros casos registrados este ano, em que parlamentares da Assembleia Legislativa sofreram este tipo de ataque. Com estes dois, chega a dez o número de deputados que foram vítimas de clonagem, do ano passado até agora.

Através da assessoria, um texto foi publicado nas redes sociais de Felipe Leitão, afirmando que o deputado está fora da Paraíba e por causa da ação criminosa não consegue fazer ligações e nem enviar mensagens por aplicativos. Júnior Araújo chegou a declarar que caso alguém recebesse mensagens em nome dele, que as mesmas fossem ignoradas.

Em 2019, políticos de diversos segmentos tiveram os telefones hackeados. Na Assembleia, os deputados Ricardo Barbosa, Cabo Gilberto, Trocolli Júnior, Wallber Virgolino, Branco Mendes, Lindolfo Pires, Jane Panta e Moacir Rodrigues. Na Câmara Municipal de João Pessoa, o alvo foi a vereadora Eliza Virgínia. O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) foi vítima, na mesma época da vereadora, mas no seu caso o golpe girava em torno da venda de um carro.

Alguns prefeitos também entraram na lista, a exemplo de Jonas Souza (PSD), da cidade de Montadas; Inara Marinho (PSDB), de São Domingos do Cariri; Tiago Castro (PSB) de Cabaceiras; e Helder Trajano (DEM) de São João do Cariri.

Veja a postagem do deputado Felipe Leitão:


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.