Política


Ricardo quer fazer empréstimo de R$ 36 milhões junto ao Banco do Brasil

Governador assegura que dinheiro vai para contrapartida de plano habitacional. 




O governador Ricardo Coutinho (PSB) quer fazer um empréstimo junto ao Banco do Brasil no valor de R$ 36,94 milhões. A contratação de operação de crédito, conforme agumenta na mensagem encaminhada à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), tem como objetivo financiar contrapartidas no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida, vinculado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

O pedido do empréstimo, conforme revelou Coutinho, já se encontra em análise na Secretaria do Tesouro Nacional (STN), que solicitou a retificação da Lei 10.506 para que se possa prosseguir com os trâmites legais. Com o projeto de lei estabelece que o dinheiro do empréstimo só poderá ser utilizado para despesas de capital e não para despesas correntes ou dívidas não contraídas junto à instituição concedente, no caso o Banco do Brasil. 

Ricardo Coutinho disse que o recurso “contribuirá para reduzir o déficit habitacional do Estado e proporcionar qualidade de vida à população de baixa renda, com empreendimentos habitacionais dotados de infraestrutura básica adequada e equipamentos públicos de educação, sáude e lazer”. 
 
O empréstimo será possível após a reclassificação da nota do estado junto ao STN. O Estado deixou a incômoda colocação de C+ e subiu para B-. Ao todo, somando todas as operações aprovadas pela Assembleia Legislativa, as portas estarão abertas para a contração de R$ 1,7 bilhão em empréstimos com bancos internacionais.