Política

Lula tem mais R$ 600 mil bloqueados a pedido de Sérgio Moro

Foram confiscados, ainda, três imóveis, um terreno e dois automóveis do ex-presidente.




O Banco Central bloqueou R$ 606.727 do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, por ordem do juiz Sergio Moro, nesta terça-feira (18). O confisco foi decretado a pedido do MPF (Ministério Público Federal). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O dinheiro estava depositado em quatro contas bancárias: R$ 397.636 no Banco do Brasil, R$ 123.831 na Caixa Econômica Federal, R$ 63.702 no Bradesco e R$ 21.557 no Itaú. Foram confiscados, ainda, três imóveis, um terreno e dois automóveis.

Na última sexta-feira (14), Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão pelo tríplex. Na ocasião, ele havia exigido o pagamento de R$ 16 milhões, referente a uma conta que seria usada pela empreiteira OAS para abastecer o PT e será devolvido à Petrobras.

“Como já decretado o sequestro e o confisco do apartamento, o valor correspondente deve ser descontado dos dezesseis milhões, restando R$ 13.747.528”, disse Moro no documento em que pede o sequestro.

“Cabe, portanto, a constrição de bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até o montante de R$ 13.747.528”, escreveu o magistrado.