Política

TCE-PB vai fazer uma varredura nas contas da prefeitura de Bayeux

Auditores farão exame da situação contábil, financeira e orçamentária.   




O Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) vai examinar a situação contábil, financeira e orçamentária da prefeitura de Bayeux, localizada na região Metropolitana de João Pessoa. A diligência foi determinada na manhã desta quinta-feira (5) pelo presidente André Carlo Torres Pontes, em decorrência da prisão do prefeito Berg Lima (Podemos), que foi gravado em vídeo feito pelo Ministério Público do Estado recebendo propina de fornecedores da administração municipal.

No memorando nº 62/2017, já recebido pelo diretor de Auditoria e Fiscalização do TCE, Evandro Claudino de Queiroga, André Carlo Torres destaca que “a Prefeitura Municipal de Bayeux sofreu o afastamento do Chefe do Executivo, sr. Gutemberg de Lima Davi (Berg Lima), ocorrido ontem (05/07). Face às atribuições que são conferidas ao Tribunal de Contas do Estado como órgão de controle externo, determino a essa Diretoria que providencie diligência naquele Poder para fins de examinar a situação contábil, financeira e orçamentária, sobretudo diante dos fatos correlatos aos que acarretaram a decretação da prisão daquele gestor. Atenciosamente, conselheiro André Carlo Torres Pontes, Presidente”.

Berg Lima foi preso nesta quarta-feira (4) após receber um envelope de dinheiro dentro de uma churrascaria de Bayeux. O flagrante foi realizado durante uma ação realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e a Delegacia de Defraudações de João Pessoa. O recebimento do dinheiro foi filmado, e o vídeo mostra um empresário fornecedor da prefeitura de Bayeux contando o dinheiro, que soma R$ 4 mil, e entregando ao prefeito.

 

De acordo com a Polícia Civil, o dinheiro seria uma contrapartida para que o empenho do empresário fosse liberado. Nas imagens, após a contagem do dinheiro, o prefeito faz uma ligação para um secretário, solicitando a liberação do empenho.

Ainda na noite desta quarta-feira, em audiência de custódia, o juiz Aluízio Bezerra determinou a prisão preventiva e o afastamento do cargo do prefeito. O vice-prefeito, Luiz Antonio (PSDB), deve tomar posse ainda nesta quinta-feira, às 16h. 

O presidente estadual do Podemos, Janduhy Carneiro, também avalia afastar o correligionário do partido. Ele vai convocar a executiva estadual da legenda para avaliar a situação de Berg Lima.