Política

Aprova Paraíba: Lígia lança programa com investimentos de R$ 15 milhões

Programa vai garantir reforço escolar para 82 mil alunos da rede estadual. 




Divulgação/Secom-PB
Divulgação/Secom-PB
Lígia Feliciano e secretário Aléssio Trindade prestigiam exposição de robótica

Mais de 82 mil estudantes da rede estadual de ensino vão receber reforço escolar de Português e Matemática com aulas de professores capacitados e novos livros didáticos. Esse é objetivo do Programa Aprova Paraíba, lançado, nesta quarta-feira (14), pela governadora em exercício Lígia Feliciano, no Centro de Formação de Educadores, em Campina Grande.

Fruto de uma parceria entre o governo e a Editora Moderna, programa vai beneficiar alunos dos 4º e 5º anos e também dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II da rede estadual de ensino. Os investimentos chegam a R$ 15 milhões.

“O Aprova Paraíba vai melhorar a qualidade do aprendizado e do ensino com foco bastante intenso em Português e Matemática para combater a evasão e alcançar melhores resultados, preparando o aluno da rede estadual para o ingresso no ensino médio e, depois, no ensino superior”, explicou a governadora em exercício.

Lígia Feliciano destacou que o Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Educação, lança mais um programa revolucionário que vai dar suporte, segurança e conhecimento ao estudante por entender que a Educação é um instrumento transformador da sociedade. Ela também citou outros investimentos na área, a exemplo do Gira Mundo, do Prima, Escola de Valor e Mestres da Educação, Escola Integral Cidadã, Escolas Técnicas e abertura de 2.379 novas salas de aulas.

Evasão escolar

Ainda na solenidade, o secretário de Educação, Aléssio Trindade, explicou que os alunos do 4 º e 5º ano vão ter todo o apoio do livro didático específico e também recuperar, porventura, a deficiência dos anos anteriores do ensino fundamental lI, bem como os alunos do 8º e 9º ano.

“Os alunos que saem do nono ano vão para o primeiro ano do ensino médio. A grande causa de evasão do primeiro ano é exatamente aquele aluno que chega com falta de base em Matemática e Português. Ele não consegue aprender Física e Química e não consegue ler bem os livros de Sociologia e de Filosofia. Essa ação é estruturante para que a gente tenha sucesso no ensino médio e chegue bem na universidade, fazendo com que a geração chegue mais capacitada no futuro”, projetou Aléssio.

Participaram também da solenidade de lançamento o deputado federal Damião Feliciano; a coordenadora pedagógica da Moderna, Gerliene Maia; a coordenadora pedagógica de Ensino Fundamental, Marta Medeiros; a titular da 3ª gerência regional de Educação, Giovanna Lopes; professores e estudantes.