Política


Câmara de João Pessoa vota LDO 2017 e antecipa recesso de 51 dias

Parlamentares da capital só retornam ao trabalho no dia 31 de julho. 




Os vereadores de João Pessoa aprovou nesta quinta-feira (08) o relatório da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2017 e limpou a pauta para antecipar o recesso parlamentar para a partir desta segunda-feira (12). Até o dia 30 de julho (domingo), as sessões ordinárias estarão suspensas, mas as comissões especiais e serviços essenciais da Câmara Municipal de João Pessoa devem continuar a funcionar durante o recesso parlamentar.

A ideia da Mesa Diretora da Casa é que as comissões que revisam o Regimento Interno do Legislativo Municipal, a Lei Orgânica do Município e a que analisa as leis em desuso concluam os trabalhos antes do retorno das atividades parlamentares, no final de julho.

“As comissões irão se reunir ao longo da semana com a finalidade de concluir os trabalhos antes do fim do recesso. Queremos voltar em julho com o novo Regimento Interno, uma nova Lei Orgânica e uma legislação sem leis caducas”, avaliou o presidente Marcos Vinícius (PSDB).

Para o presidente da Câmara, os trabalhos foram extremamente produtivos até aqui. “Tivemos um primeiro semestre muito produtivo. Nesse primeiro semestre, o Plenário apreciou 4.139 matérias, uma média de 60 por dia. É uma produção robusta, mostrando que os vereadores estão empenhados em trabalhar pela cidade”, avaliou Marcos Vinícius.

LDO 2017

O projeto da LDO 2017, relatado pelo vereador Dinho (PMN), foi aprovado com 115 emendas, sendo 108 individuais dos parlamentares, quatro de comissões permanentes da Casa e três da Mesa Diretora. “Todos os vereadores se mostraram interessados e acatamos as 115 emendas apresentadas. Esse é um trabalho importantíssimo, pois reflete um trabalho discutido com a população”, comentou o vereador Bispo José Luiz (PRB) nesta quarta-feira (07), quando a matéria havia sido aprovada na Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública (CFO) da Câmara.